Equipe sub-14 da Fundhas se classifica para a semifinal em torneio do Sesc
26/03/2018 - 13:50
Jogo Sesc 11-03
Fundhas ganha segundo jogo no Sesc e classifica-se, antecipadamente, para a semifinal do Torneio Pé de Moleque - Foto: Divulgação

Quitéria Melo
Fundhas

Com muita garra e determinação, o time de futsal Sub-14 da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza) venceu por 6X3 o adversário Vert Vita, no domingo (25), e classificou-se antecipadamente para a semifinal do Torneio Pé de Moleque, promovido pelo Sesc (Serviço Social do Comércio).

A Fundação abriu o placar com um gol feito pelo capitão do time, Renan Andler Araújo, Simeão, 13 anos, e encerrou o primeiro tempo com 3 gols de vantagem. No segundo tempo, a equipe fechou o placar com seis gols contra 3 do adversário, garantindo a classificação antecipada. Com seis pontos no torneio, a Fundação ocupa a primeira colocação, seguida pelo time da ADC-CTA que soma 4 pontos. O próximo jogo, da terceira rodada, acontecerá no dia 8 de abril e definirá o 1º colocado da chave.

Rodrigo Santiago, professor de educação física e técnico do time, mantém suas expectativas para o campeonato e elogia o capitão do time. “O primeiro objetivo do trabalho é fazer esse time ganhar e chegar na final. O segundo objetivo é conquistar o campeonato. Essa é a meta", disse. Para conquistar o resultado esperado, ele aposta na coesão da equipe e ressalta a importância do papel do capitão de time. "O Renan, que é capitão do time, tem um espírito de liderança adequado, até para a faixa etária dele. Ele sabe cobrar na hora certa e incentiva o time o tempo todo".

Carlos Henrique da Silva Alves, 13 anos, é zagueiro do time e entrou na Fundhas neste ano, o que, segundo ele, justifica o nervosismo durante as partidas. “Eu sou novo e jogar na frente da torcida me deixou um pouco nervoso e eu acho que o jogo contra o CTA vai ser complicado porque eles são muito bons, principalmente na posse de bola”.

O goleiro do time, Andrew Eduardo Aparecido dos Santos, 13 anos, afirma que o desafio maior é ganhar os jogos e deixar todo mundo feliz. “Eu quero que todo mundo jogue bem, que ninguém deixe de chutar a bola para o gol e que a gente seja campeão”, disse.

Cauê Luiz Monteiro Silva, 13 anos, é atacante do time e conta que gosta de competir e que sente muita emoção, diversão e responsabilidade em fazer parte disso tudo. "Espero que no próximo jogo, todos joguem bem para ganhar, mas se o resultado não for o esperado que todos saiam de cabeça erguida porque deram o seu melhor", pontuou.

O time da Fundação é composto por 15 alunos das unidades: Sede (Parque Industrial), Dom Bosco (Campo dos Alemães) e Arnoldo Roberto Nascimento (Dom Pedro). Os treinos são realizados às quintas-feiras na rua Santarém, 560, no Parque Industrial, região sul.

A Instituição

Mantida pela Prefeitura, a Fundhas atua no contraturno escolar oferecendo a milhares de crianças e adolescentes de São José dos Campos atividades educacionais diferenciadas, como música, dança, teatro, artes e uma atenção especial ao reforço escolar. Esporte e cultura também fazem parte do dia a dia dos alunos, que ainda aprendem a cuidar do meio ambiente.

 

MAIS NOTÍCIAS
Fundhas