Ponte Maria Peregrina entra na etapa de terraplenagem
Atualizado em 21/03/2018 - 18:01
Obras de Duplicação da Ponte Maria Peregrina  15 03 2018
Além da terraplenagem, a empresa responsável está realizando serviços na estrutura da nova travessia - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Cláudio Ribeiro
Secretaria de Gestão Habitacional e Obras

A duplicação da Ponte Maria Peregrina, na região norte de São José dos Campos, entrou em nova fase. A Enpavi, empresa responsável pela obra, iniciou os serviços de terraplenagem.

As máquinas estão fazendo o aterro das cabeceiras da ponte nas duas margens do Rio Paraíba. Após a compactação do solo no nível da via, haverá a implantação das travessas de apoio das vigas.

A ponte duplicada terá 210 metros de extensão por 15 de largura, com três faixas de rolamento. A nova ligação vai beneficiar cerca de 60 mil moradores que trafegam entre a região norte e as outras partes do município.

O investimento da Prefeitura é de R$ 14,9 milhões. A previsão é que a obra seja concluída no segundo semestre.

Alteração de projeto

Quando tomou conhecimento da obra, a atual Administração verificou a existência dos dutos de gás que impediam a continuidade da obra por meio dos tubulões, técnica que utiliza explosivos. A Prefeitura fez uma reavaliação e, por medida de segurança, alterou o projeto para a desobstrução da rede.

Entre setembro e novembro, a Comgás executou o remanejamento dos dutos de gás, sem despesas para o Município. A empresa, que custeou todo esse trabalho, construiu um novo duto, com cerca de 230 metros de extensão e 5,5 metros abaixo do leito do rio.

Com essa intervenção, foi feita nova programação para a obra de duplicação, alterando o cronograma original, incluindo novo prazo de entrega, previsto para o segundo semestre.

As escavações começaram após o término dos trabalhos da Comgás. A Enpavi está executando as obras de fundação por meio de tubulões, possibilitando a implantação dos pilares de sustentação das vigas.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Gestão Habitacional e Obras