Novo Conselho Municipal de Meio Ambiente inicia atividades
Atualizado em 14/03/2018 - 18:41
 Reunião de Posse dos novos Membros do Conselho Municipal do Meio Ambiente Comam 14/03/2018
O Conselho constitui um fórum de discussão técnica, democrática e transparente sobre questões ambientais do município - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Priscila Veiga Vinhas
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade

Tomaram posse na tarde desta quarta-feira (14) os novos membros do Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comam) biênio 2018-2019. A cerimônia foi realizada durante a reunião ordinária do Conselho no Paço Municipal.

Os mais de 60 integrantes do conselho, entre titulares e suplentes, assumiram com entusiamo a missão de trabalhar em prol da qualidade ambiental do município.

“Enquanto conselheiro, representando uma instituição de ensino, temos o papel de colaborar para a melhoria da qualidade de vida na nossa cidade e contribuir com os nossos estudos, pesquisas, nossos alunos e trabalhos, aproximando a universidade de políticas como o Plano Diretor e do desenvolvimento de São José dos Campos”, disse o professor Ricardo Law, representante da Unip (Universidade Paulista).

Marcelo Godoy, representante da entidade ambientalista IEPA (Instituto Ecológico e de Proteção aos Animais), enfatizou a responsabilidade do Conselho em representar a população. “Entende-se que os caminhos ambientais do município passam pelo Conselho, então todas as ações, investimentos e as atividades do município devem ter passagem no Comam. E nós como representantes da sociedade civil temos a obrigação não só de levar a parte técnica para todos os setores presentes, como para a população. A minha cadeira não é para a minha instituição e sim para que a população possa participar através dela”.

"Nosso objetivo é auxiliar o Conselho e passar a posição da sociedade que representamos, trazer os problemas que identificamos na nossa região e que também coincidem com os de outras regiões da cidade. Acredito que o desafio maior é superar as questões burocráticas para chegar no benefício real para a sociedade”, afirmou Pedro Ivo Cruz Mariana, representante da Saviver (Sociedade Amigos do Bairro Vista Verde).

O colegiado é composto por 34 conselheiros titulares e respectivos suplentes, reunindo representantes do poder público e da sociedade civil organizada, integrando entidades de classe, instituições de pesquisa e ensino, entidades ambientalistas, associações e movimentos de bairro, sindicatos de trabalhadores, setor industrial, rural e do comércio, serviços e construção civil.

A relação das entidades e conselheiros está disponível no site da Prefeitura.

Comam

Criado há mais de 23 anos pela Lei Municipal 4617/94, atualizada pela Lei Municipal 9593/2017, o Comam constitui um fórum de discussão técnica, democrática e transparente sobre questões ambientais.

Cabe ao colegiado realizar o debate sobre empreendimentos causadores de impacto ambiental e outros temas ambientais relevantes, além de contribuir com programas de preservação e educação ambiental do município, envolvendo a comunidade na agenda ambiental local. O Comam é um órgão autônomo, consultivo e não remunerado.

Também participa da gestão e administração do Fundo Municipal de Conservação Ambiental, criado pela Lei Municipal 4.618/94 que abarca recursos para o desenvolvimento e execução de projetos de proteção ambiental e melhoria da qualidade de vida da população joseense.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade