Bloqueio vacinal prossegue até sexta na zona norte de São José
Atualizado em 13/03/2018 - 18:15
Campanha de Vacinação contra a Febre Amarela em São José dos Campos. 25-01-2018
As equipes da estratégia saúde da família continua vacinando os moradores da região norte nesta semana - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Nei José Sant' Anna
Secretaria de Saúde

Após a confirmação de dois casos autóctones de febre amarela em São José dos Campos, a Prefeitura iniciou na manhã desta terça-feira (13) um novo mutirão de vacinação casa a casa contra a doença nos bairros Vila São Geraldo e Mirante do Buquirinha, na região Norte. A ação de bloqueio vacinal prosseguirá nos locais nos próximos três dias.

Durante o primeiro de dia de vacinação, as equipes de estratégia saúde da família vinculadas à UBS Vila Paiva conseguiram imunizar uma parcela da população que estava resistente e insegura em relação à importância da vacina, que é o único método de proteção contra a doença. Na abordagem nas residências, a equipe desmistifica os boatos criados acerca da vacina e explica quais realmente são os grupos contraindicados para recebê-la.

O morador da Vila São Geraldo, M.A.C, de 37 anos, contraiu febre amarela em São José dos Campos e era o único membro de sua família que não havia tomado a vacina, pois estava com medo das possíveis reações, após ver os boatos que circulam na internet. Agora, ele ressalta a importância da vacinação. “É melhor tomar a vacina do que passar pelo que tive nesses últimos dias”, disse o morador.

A família de Milton Bueno ainda não tinha se prevenido contra a febre amarela e sempre adiava sua ida a UBS Vila Paiva, mas com a ação casa a casa a família toda aproveitou para se vacinar e ficar protegido. “Eu vi na televisão que ia ter esta ação no meu bairro e nós aproveitamos para nos prevenir”, disse Milton.

As autoridades municipais estão preocupadas com a circulação do vírus principalmente na zona norte de São José dos Campos. Os três macacos encontrados mortos na região de mata próximo ao Bonsucesso apresentaram resultado positivo para a febre amarela. Por isso, a urgência da imunização dos moradores para conter avanço do vírus e impedir que mais pessoas adoeçam.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, na área rural daquela região, cerca de 90% dos moradores foram vacinados, mas as ações de bloqueio vão continuar até que praticamente toda a população daquela região, inclusive a urbana, esteja imunizada.

A campanha continua

A Prefeitura reforça que a vacinação contra a febre amarela, uma doença infecciosa grave, continua nas 40 unidades básicas do município, das 9h às 15h. Para se vacinar basta apresentar a carteira de vacinação (se tiver) e documento com foto.

Em toda a cidade, considerando os últimos 10 anos, já são mais de 450 mil pessoas vacinadas, 70% do público alvo.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde