Educomunicação vai sensibilizar sobre a preservação de nascentes
Atualizado em 12/03/2018 - 17:47
REVITALIZAÇÃO DE NASCENTES
As ações serão desenvolvidas durante o ano com os alunos de ensino fundamental II das escolas que estão no entorno das nascentes em processo de revitalização - Foto: Divulgação

Priscila Veiga Vinhas
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade

Nesta terça (13) e quinta-feira (15), às 14 horas, cerca de 30 professores multiplicadores de 16 escolas da rede municipal de ensino participam de um Seminário do Programa Revitalização de Nascentes da Prefeitura de São José dos Campos. O evento acontecerá no Parque da Cidade Roberto Burle Marx – Prédio do ICMBio - Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (Av. Avenida Olivo Gomes, 100, Santana).

O Seminário inicia a capacitação dos educadores para as atividades de educomunicação socioambiental ligadas ao Programa Revitalização de Nascentes, coordenado pela Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade, que serão desenvolvidas durante o ano com os alunos de ensino fundamental II das escolas que estão no entorno das nascentes em processo de revitalização.

A educomunicação é um componente pedagógico do Programa Revitalização de Nascentes, por meio do qual professores e alunos são estimulados a utilizarem a linguagem audiovisual como instrumento de informação e sensibilização sobre a preservação das nascentes.

O projeto contempla uma sequência de formações para a produção audiovisual, envolvendo oficinas práticas de produção de roteiros e de curta-metragens. O resultado do trabalho culminará na realização da 5ª Mostra de Vídeos Ambientais.

Durante o Seminário será apresentado o histórico do “Programa Revitalização de Nascentes” e o legado das ações de educação ambiental, realizadas desde 2006 no município.

Os professores também participarão de uma vivência na área da nascente localizada no Parque da Cidade e de uma roda de conversa, refletindo sobre a relação das nascentes com a Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul.

O projeto de educomunicação socioambiental do Programa Nascentes conta com o apoio da Agevap (Associação Pró- Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul), que disponibilizou o recurso de R$ 119 mil para financiamento das ações, provenientes da cobrança pelo uso da água, a partir de um edital em que a Prefeitura de São José dos Campos foi contemplada.

Educomunicação

A Educomunicação é uma linha de ação do Programa Nacional de Educação Ambiental (Pronea). O objetivo é proporcionar meios interativos e democráticos para que a sociedade possa produzir conteúdo e disseminar conhecimentos por meio da comunicação ambiental voltada para a sustentabilidade.

Entre 2010 e 2014, o trabalho desenvolvido com crianças e jovens no âmbito do Programa Revitalização de Nascentes resultou na produção de 70 curta-metragens de cunho socioambiental, entre documentários, ficções, animações e outros gêneros e na realização de quatro Mostras de Vídeos e um Festival Regional.

Revitalização de nascentes

O programa está revitalizando, desde 2006, 33 nascentes degradadas em áreas urbanas do município, com o plantio de mudas de árvores nativas da nossa região, recompondo a vegetação e a mata ciliar nas APP (Áreas de Preservação Permanente).

O programa revitaliza e protege nascentes que contribuem para a formação do rio Paraíba do Sul, responsável pelo abastecimento de aproximadamente 18 milhões de habitantes das cidades situadas no Vale do Paraíba, nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, incluindo o abastecimento da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. 

A escola sempre foi o principal canal de sensibilização do Programa, com o envolvimento de estudantes e professores das escolas do entorno em todas as etapas de preservação, integrados a um programa pedagógico de educação ambiental.

Retomada

No primeiro semestre de 2017 a Prefeitura retomou a revitalização das nascentes, promovendo o plantio de 2.100 árvores nativas em cinco áreas nos bairros Jardim Pararangaba, Vista Verde e Jardim São Vicente, na zona leste, além de Jardim Satélite e Campo dos Alemães, na zona sul. As nascentes contribuem para formação dos córregos Pararangaba, Alambari, Veados, Ribeirão Vidoca e Senhorinha, afluentes do Rio Paraíba do Sul. Os plantios contribuíram para o enriquecimento da biodiversidade vegetal nestas áreas.

Evolução

Em boa parte das nascentes do Programa pode ser observada a mudança da paisagem com a vegetação reestabelecida. No entando, processo de revitalização é delicado, lento e enfrenta muitos desafios. As nascentes inseridas no ambiente urbano estão vulneráveis a atos de degradação, como o depósito irregular de lixo e entulho, a depredação das espécies e as queimadas, além de outras interferências, motivo pelo qual são necessárias ações contínuas de proteção como o apoio da sociedade. 

Parcerias

Empresas e organizações podem realizar a adoção de uma nascente do programa, se responsabilizando pelo plantio e conservação das áreas. Interessados podem entrar em contato com a Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade pelo telefone 3947.8266.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade