Crianças da Fundhas colhem mais de 25 kg de batata-doce
Atualizado em 07/03/2018 - 17:06
Crianças colhem batata-doce
Crianças ficam admiradas com tamanho da batata-doce (Ana Júlia, Ana Luiza e Pedro Kaique, esq/dir) - Foto: Divulgação

Quitéria Melo
Fundhas

Crianças da unidade Parque Industrial da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza) tiveram a oportunidade, nesta quarta-feira (7), de colher batatas-doces no Centro de Educação Ambiental e Empreendedorismo. Os alunos aproveitaram para esclarecer dúvidas e aprender mais sobre o cultivo de produtos orgânicos.

No total, foram colhidos 26,400 kg de batata-doce que estavam distribuídos em um canteiro de aproximadamente 9 m². Após a colheita, todas as batatas foram lavadas pelas próprias crianças, selecionadas e encaminhadas para duas unidades da Fuundhas: no Alto da Ponte (zona Norte) e na Petrobras (zona Leste). Ambas possuem cozinha de autogestão, ou seja, contam com cozinheiras para o preparo dos alimentos. Nas demais unidades, o serviço de alimentação é terceirizado.

O alimento será adicionado ao cardápio do almoço das unidades e o prato escolhido foi batata-doce à doré.

Para Ana Júlia Borges, 11 anos, a experiência foi reveladora, pois não imaginava como nascia o tubérculo. “Gosto de comer essa batata porque ela é docinha e meus pais sempre dizem que tem vitamina e proteína. A aula de hoje foi muito divertida e interessante”, disse.

Ana Luiza da Silva, também de 11 anos, contou que sua mãe sempre substitui os doces convencionais pela batata-doce. “Eu já havia comido, mas não sabia como era plantada, nem como nascia. Foi muito bom ver uma batata grande sair da terra porque é diferente do que eu vejo nos supermercados”.

Pedro Kaique de Oliveira Danta, 12 anos, disse que nunca comeu batata-doce e ficou admirado de ver todo o processo e, principalmente, o tamanho. “Eu gostei de ver como ela nasce e é incrível como ficou tão grande e eu acho que dá pra alimentar uma família inteira. E o mais importante é como os produtos são tratados aqui, sem agrotóxico. Hoje aprendi brincando”, afirmou.

Juliano de Souza, responsável pelo Centro Ambiental, afirmou que atividades como essas são muito importantes para as crianças fazerem descobertas enriquecedoras e estimular o consumo e a produção de alimentos orgânicos.

A batata doce é um ótimo alimento para a saúde, possui açúcares saudáveis, é antioxidante e anticancerígena.


MAIS NOTÍCIAS
Fundhas