Com quase 1.500 torcedores, São José vence no retorno ao Lineu de Moura
Atualizado em 07/03/2018 - 13:03
Liga Ouro de Basquete - São José (87) x (59) Brusque
Depois de um ano longe, equipe apoiada pela Prefeitura retoma participação em competições nacionais - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Thiago Fadini
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida

“O campeão voltou, o campeão voltou!”. Foi com os gritos de uma torcida inflamada pela larga vitória de quase 30 pontos de diferença que se encerrou a primeira partida do São José Basketball, em casa, no Ginásio Lineu de Moura, pela Liga Ouro 2018, na noite desta terça-feira (6). A competição dá acesso ao NBB (Novo Basquete Brasil).

O triunfo por 87 a 59 (11/15, 24/13, 29/16 e 23/15) contra o Brusque marcou o reencontro da equipe de alto rendimento, apoiada pela Prefeitura de São José dos Campos, com os cidadãos joseenses. As arquibancadas reuniram 1.490 fanáticos.

Em 2017, o time sub-22 representou a cidade no Campeonato Aberto Paulista, Jogos Regionais e Jogos Abertos do Interior. No plantel estavam atletas formados nas categorias de base mantidas pelo programa Atleta Cidadão.

A ausência de um elenco na disputa de torneios nacionais fez falta aos joseenses. O aposentado Juarez Miguel, 55 anos, acostumado a acompanhar a equipe de futebol feminino de São José dos Campos, sentiu ‘o vazio’ do Lineu de Moura ser preenchido na noite desta terça.

“Tá sendo ótima a volta do basquete. É excelente pra cidade, estávamos precisando mesmo. Esse tempo sem o basquete ficou meio ‘xoxo’”, disse o torcedor.

Vinicius Benedetti, 20 anos, compartilhou da mesma opinião que Juarez Miguel. O palmeirense roxo se mostrou emocionado com o apoio da torcida e admitiu que a sensação de ver o São José em quadra é melhor do que a de ver o Verdão nos gramados.

“É o que levanta a cidade. Você voltar aqui e ver todo mundo gritando ‘é, São José!’... é melhor até que jogo do Palmeiras”, afirmou, com humor, Vinicius.

O esforço da Prefeitura, em parceria com a Organização Social São José Desportivo, no retorno do elenco de alto rendimento vem dando resultados. Esta foi a terceira vitória seguida do time comandado por Paulo Jaú, que nas duas partidas de abertura bateu o Unifacisa (PB) e o Macaé (RJ). A Águia lidera a classificação geral.

No entanto, o bom desempenho pouco importou para que o Lineu de Moura estivesse completamente lotado. O fator predominante foi a paixão do joseense pela equipe. “Achei que (o ginásio) não ia lotar tanto, porque está retomando agora, jogando Liga Ouro, mas isso mostra que é amor mesmo”, falou Vinicius Benedetti.

Um dos torcedores símbolos do São José Basketball, José Paulo Gonçalves, o Paulinho, 59 anos, gritou, sofreu e comemorou durante os quatro quartos de jogos e depois de um ano de espera, o fanático poderá alimentar novamente a paixão que cultiva desde a década de 70.

“Sou (torcedor) desde 78. Do tempo do Ubiratan, Carioquinha, Zé Geraldo e companhia. Já esperava isso, porque sei que o amor aqui em São José pelo basquete é muito grande. Falei pra todo mundo que se tivesse a volta, o ginásio ia estar lotado”, contou emocionado. “Aconteceu tudo o que aconteceu no ano passado, mas vamos retomar bem agora e se Deus quiser, vamos chegar ao NBB”, completou José Paulo Gonçalves.

Na quinta-feira (8), a torcida joseense volta a se encontrar com a equipe no Lineu de Moura, às 20h, para enfrentar o time de Blumenau (SC). A entrada no ginásio será gratuita.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida