Joseense receberá Medalha de Mérito Desportivo da Marinha Brasileira
Atualizado em 02/03/2018 - 20:10
Caravana Seletiva programa Atleta Cidadão em 2017
Laís Nunes é militar e representa São José dos Campos em competições nacionais e internacionais - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Thiago Fadini
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida

A atleta Laís Nunes, integrante da equipe São José Wrestling, que é apoiada pela Prefeitura de São José dos Campos, receberá a maior honraria esportiva da Marinha Brasileira nesta sexta-feira (2).

Ela será condecorada com a Medalha de Mérito Desportivo, honraria criada para premiar militares brasileiros que se destacam em competições nacionais e internacionais nas modalidades que praticam. A cerimônia acontece pela manhã, no Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, na Ilha das Cobras, no Rio de Janeiro.

“Fiquei sem acreditar quando recebi o comunicado. Para mim é uma honra muito grande, pois faz apenas um ano que estou na Marinha. Vou lá representar o wrestling brasileiro e receber essa medalha com muita honra”, disse a lutadora.

Com 26 anos, Laís é a atual campeã brasileira e 13ª colocada no ranking mundial na categoria até 62kg. Ela também é primeira atleta brasileira a ganhar uma medalha de ouro pan-americana nas categorias Cadete (até 17 anos), Júnior (até 20 anos) e Sênior (acima de 20).

Em 2016, Laís Nunes se tornou a mais jovem atleta brasileira e disputar o wrestling numa edição de Olimpíada, no Rio de Janeiro. A joseense é ainda tetracampeã pan-americana e tricampeã sul-americana e atualmente se prepara para defender o título do Pan, que acontecerá em maio, em Lima, no Peru.

A modalidade esportiva wrestling é um estilo livre de luta em que os lutadores competem sem o auxílio de armas.

A modalidade

O wrestling é um dos estilos de luta mais antigos da humanidade, tendo origem na Grécia Antiga, por volta do século 7 antes de Cristo. Também é conhecida por “luta olímpica”, que engloba os estilos livre e greco-romano.

Na modalidade, dois atletas utilizam força e estratégia para encostar e manter as costas (dois ombros) do adversário no tapete. Quando isso ocorre, o lutador vence a luta.

No entanto, o vencedor também pode ser declarado por “superioridade técnica”. Isso ocorre quando um lutador fica com 10 pontos de vantagem em relação ao adversário. Se a luta terminar sem que nenhuma das situações anteriores ocorra, vence o lutador que somar mais pontos.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida