Seminário de Educação Especial reúne professores para abordar inclusão
Atualizado em 25/05/2018 - 11:02
Seminário de Educação Especial destinado a educadores e gestores da rede municipal de ensino de São José. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 24-05-2018
O Seminário de Educação Especial foi marcado pela troca de experiências e práticas inovadoras em prol da inclusão de alunos com deficiências - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Paula Pessoa
Secretaria de Educação e Cidadania

Cerca de 300 educadores da rede municipal de ensino de São José dos Campos se reuniram, nesta quinta-feira (24), no teatro do Cefe (Centro de Formação do Educador) para o Seminário de Educação Especial. Os professores, orientadores e diretores receberam palestrantes especialistas, nos períodos da manhã e da tarde, para discutir temas como: políticas públicas, atuação do psicopedagogo e intérprete de libras nas salas de aula, a inserção de alunos com deficiência no contexto escolar, entre outros.

Atualmente, a rede municipal conta com cerca de 950 estudantes com dificuldades acentuadas e pontuais no aprendizado e também com alunos com deficiências, que somam cerca de 760. Além da reflexão a partir da temática abordada, os profissionais tiveram contato com os palestrantes que trouxeram informações novas e motivação para o trabalho diário em prol da inclusão.

O seminário foi aberto com a palestra “A política de Educação Inclusiva” ministrada por Ana Cristina Dias Rocha Lima, pesquisadora pós-graduada em Análise do Comportamento Aplicado ao Autismo pela UFSCAR, escritora e responsável por workshops, oficinas e formação de professores. A especialista apresentou vídeos e relatos sobre inclusão e destacou a importância de se compartilhar práticas para construção de conhecimento.

“Senti uma responsabilidade muito grande em vir aqui falar de políticas públicas e fiz questão de falar das práticas que vivenciei. E de tudo que já vivi e passei como professora e pesquisadora, o que marca como mensagem é a importância da união, não no sentido de homogeneizar trabalhos, mas no sentido do trabalho em conjunto em que cada um dá seu melhor e se respeita a criatividade e a contribuição de cada pessoa na inclusão e na educação como um todo”, disse Ana Cristina.

“Essa iniciativa do seminário é fundamental porque é um momento em que se reúnem os professores, orientadores e diretores para podermos discutir temáticas necessárias para a formação deles. Através da formação, podemos despertar assuntos que alguns nunca ouviram falar ou gostariam de saber mais, além de trocarmos experiências”, disse Débora Deliberato, livre-docente na área de Comunicação Alternativa pela Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp/Marília, que também palestrou no evento.

O seminário é parte do programa Educação Continuada da Secretaria de Educação e Cidadania, que tem por objetivo a capacitação dos professores visando o aprimoramento da prática pedagógica e agradou os educadores que participaram, como a professora do Atendimento Educacional Especializado (AEE), Fernanda Guedes, da Emef Possidônio José de Freitas, que fica no Residencial Galo Branco (região leste).  

“Esse Seminário é primordial e nos motiva a continuar comprometidos com a inclusão. Como professora me sinto com muita vontade de ajudar nossas crianças com deficiências e aqui recebo formação e conhecimento para unir ao meu desejo de oferecer o melhor aos alunos, compreendendo as necessidades deles, de suas famílias e até da comunidade. É um trabalho que precisa que estejamos todos de mãos dadas, cada um fazendo sua parte, mas juntos”, relatou a professora. 

“O que mais anima e inspira é o trabalho e o contato diário com as crianças, poder ver o desenvolvimento delas e, sobretudo, a felicidade e o sorriso no rosto de cada uma”, afirmou entre sorrisos Fernanda. 

Entre os profissionais convidados pela Secretaria de Educação e Cidadania estiveram educadores, pedagogos, psicopedagogos e pesquisadores. Além da Pós-doutora em Educação, Débora Deliberato e da pedagoga e pesquisadora Ana Cristina Dias Rocha Lima, participaram também: Cláudia Regina Vieira, doutora em Educação Especial; Delcimar de Oliveira Cunha, graduada em Pedagogia, especialista em Psicopedagogia, mestre em Psicologia da Educação e doutora em Educação e Maly Magalhães Freitas, doutoranda no programa de Educação e Saúde na Infância e Adolescência e mestre em Educação.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Educação e Cidadania