Dia de Combate à Exploração Sexual é tema de ações especiais no Pinheirinho
24/05/2018 - 17:54
Evento de prevenção ao abuso infantil na Emef do Pinheirinho. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 24-05-2018
Professores, equipe gestora, alunos e familiares da Emef Profª Maria Antonieta Ferreira Payar, no Residencial Pinheirinho dos Palmares - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Paula Pessoa
Secretaria de Educação e Cidadania

Uma ação intersecretarias da Prefeitura de São José dos Campos em comemoração ao Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, celebrado no dia 18 deste mês, movimentou a Emef Profª Maria Antonieta Ferreira Payar, no Residencial Pinheirinho dos Palmares (região sudeste) nesta quinta-feira (24). Alunos, professores, familiares e profissionais de diversas entidades parceiras da Prefeitura estiveram presentes no evento da escola, que terminou com passeata pelo bairro.  

A campanha de conscientização “Faça Bonito” aconteceu com programação especial na escola para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a comunidade escolar sobre a conscientização para a questão do abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes, assim como a luta em defesa dos direitos das crianças e adolescentes. Familiares dos alunos puderam visitar as estações artísticas montadas nas salas de aula da unidade escolar, além de tirarem dúvidas e receber orientações das equipes técnicas das entidades ligadas à Prefeitura e dos representantes da rede de proteção à criança em situação de violência. 

"Acho este evento muito importante, o espaço que a escola abre para conscientização, com informações e também expondo os trabalhos das crianças. Sinto que meu filho está seguro e muito bem aqui na escola, estou satisfeita", comentou a dona de casa Edilene da Silva Cordeiro, mãe dos alunos Vinicius Samuel e Pedro Henrique, de 11 e 10 anos, e da pequena Laura Gabrielly, de 4 anos, que estuda no Centro de Educação Infantil (Cedin) Profª Maria Aparecida Segolin Rezende, também no bairro. 

O trabalho de conscientização foi realizado semanas antes do evento, professores e toda equipe da escola, com apoio do Setor de Orientação Educacional, abordaram o assunto com os alunos por meio de dinâmicas, filmes, atividades artísticas e aulas expositivas. 

"Várias atividades foram acontecendo ao longo de dias e nós, como professores, abraçamos a ideia e produzimos muito material com os alunos, após reflexão e debate. Hoje expomos os resultados aqui na escola. Todos participaram e produziram algo relacionado a temática, se envolveram muito bem, e vamos continuar trabalhando a conscientização", contou o professor de Artes, José Eduardo de Andrade. 

"Entre as orientações que recebemos aprendi muita coisa, mas o que acho mais importante é que devemos ter cuidado e evitar contato com estranhos, pedir ajuda sempre que precisar. Esta ação é legal, é bom mostrar nossos trabalhos e usar a criatividade para passar informação para outras pessoas", disse Jéssica Cristiane Costa Pinto, de 12 anos, aluna do 7º ano da escola.

MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Educação e Cidadania