Caminhada do Maio Amarelo reúne 300 pessoas na região central
20/05/2018 - 14:15
CAMINHADA DO MAIO AMARELO -  A caminhada #NósSomosOTrânsito para mobilizar os cidadãos joseenses em prol da segurança no trânsito. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 20-05-2018
Caminhada do Maio Amarelo, em São José dos Campos, reúne cerca de 300 pessoas - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Giselle Marinho
Secretaria de Mobilidade Urbana

Pessoas de todas as idades, entre estudantes, escoteiros, representantes do Tiro de Guerra, profissionais de diversas áreas, colecionadores de carros antigos, atletas e acima de tudo, comprometidas com atitudes seguras no trânsito. Esse foi o animado grupo que participou da caminhada do Maio Amarelo na manhã deste domingo (20).

As atividades começaram às 8h, no estacionamento do Parque Santos Dumont, na região centro de São José dos Campos. Para esquentar os ânimos, profissionais da Secretaria de Esportes e Qualidade de Vida subiram no palco e agitaram os participantes com dança, ginástica e alongamento.

Um trio de atores garantiu que o comportamento seguro no trânsito fosse disseminado também nas canções. Com paródias de músicas conhecidas, o grupo animou, orientando os participantes para o trânsito mais seguro.

Nas tendas, o Detran, Cruz Vermelha, Rotaract e Secretaria de Saúde se encarregaram de entreter e verificar as condições dos participantes.

Em seguida, balizados pela equipe de agentes de trânsito da Prefeitura, viaturas do Samu (Serviço de Atendimento à Urgências e Emergências) e Defesa Civil, o grupo percorreu algumas avenidas da região com cartazes, chamando a atenção de todos que passavam.

Para a autônoma Isabel Arrais Paiva, de 41 anos, eventos como esse são muito importantes para conscientizar as pessoas. “Se cada um assumir o compromisso e fizer a sua parte conscientizando o próximo, vamos conseguir ter mais segurança”. Ela que estava com a filha, Joana, de 7 anos, disse que no dia a dia usa o cinto do segurança, orienta a família sobre o uso responsável do celular, respeito o sinal vermelho e que faz o seu melhor para dar o exemplo.

A estudante Giovana Camila Cordeiro, de 13 anos, ajudou carregar a faixa do Maio Amarelo durante o percurso. “As pessoas vêm a gente e começam a pensar melhor sobre a questão do trânsito”. Além disso, ela reforçou que procura ser bom exemplo e orientar os amigos e familiares sobre o uso do cinto e o respeito às leis de trânsito.

A caminhada ainda contou com o apoio da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), Fundação Cultural Cassiano Ricardo e Polícia Militar.

Solidariedade

Quem optou por sair de casa para participar da caminhada nesta manhã fria, levou mais que boas energias e alegria para o evento. Mais de 150 quilos de alimento não perecível foram doados pelo público em troca da camiseta do Maio Amarelo.

Durante o evento, o Fundo Social de Solidariedade cuidou da entrega das camisetas e do recebimento das doações, que serão distribuídos às entidades que cuidam das famílias em situação de vulnerabilidade social.

 

MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Mobilidade Urbana