Caged aponta salto positivo do nível de empregos em SJC em abril
Atualizado em 18/05/2018 - 18:28
Trabalho - Trabalhadores na obra da Via Cambuí
Entre os destaques estão o início das obras para a construção da Via Cambuí, pela Prefeitura - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Bibiano Santos
Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico

Dados divulgados nesta sexta-feira (18), pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego, revelaram que pelo segundo mês consecutivo, São José dos Campos teve saldo positivo na geração de empregos, com carteira assinada.

Em março o saldo foi de 205 e agora, o de abril, 78. Embora discreto São José começa a ter uma sequência de saldos positivos de emprego, que refletem que a cidade começa a retomar melhores níveis de empregabilidade.

Para o Caged, o saldo de emprego é o resultado da diferença de admissões e demissões. De acordo com os dados, os setores que mais contrataram na cidade, em abril, foram o de serviços (1.218) e o da construção civil (132). Os demais setores demonstram discreta recuperação.

Segundo técnicos da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico, a melhoria no nível de emprego desde o início do ano, em São José dos Campos, foi decorrente, sobretudo, de contratações no setor público, em torno de 2.000 vagas. Entre os destaques estão o início das obras pela Prefeitura para a construção da Via Cambuí, a finalização do Hospital Estadual (regional) e a nova gestão do Hospital de Clínicas Sul.

Vale ressaltar, no entanto, que contratos feitos por empresas com sede fora de São José não contabilizam no Caged, como por exemplo os empregos gerados pelas empresas que executam as obras da Via Cambuí e a Hospital Estadual.

No setor de comércio, a recente abertura de um novo atacadista na cidade, com a geração de cerca de 150 novas vagas de emprego, deverá melhorar o saldo de empregos do Caged, para maio.

Trabalho e empreendedorismo

Para fortalecer a empregabilidade e o empreendedorismo, a Prefeitura realiza neste sábado (19), a 1ª Feira do Empreendedorismo e Trabalho, das 9h às 18h, no Cefe (Centro de Formação do Educador), junto ao Parque da Cidade. O evento é gratuito e aberto a todos os interessados. Durante a feira deverão ser oferecidas cerca de 350 vagas de emprego, inclusive para pessoas com deficiência (PCD) e estagiários.

A Feira tem como objetivo oferecer aos visitantes um ambiente voltado ao mercado de trabalho com a captação e oferta de empregos, oportunidades para qualificação profissional, palestras, painéis e apoio ao pequeno empreendedor.

Pró-Trabalho

Outra ação de favorecimento e apoio à empregabilidade é o programa Pró-Trabalho, lançado também pela Prefeitura. O objetivo é proporcionar aos munícipes, que estejam em situação de desemprego e vulnerabilidade, a chance de recolocação e qualificação para sua reintegração no mercado de trabalho. De acordo com a proposta, poderão ser ofertadas até 2.000 vagas para concessão de bolsa-auxílio qualificação no valor mensal de R$ 1.000, com fornecimento mensal de vale-alimentação no valor de R$ 100. Trata-se de uma importante medida de incentivo à formação e qualificação, onde o bolsista terá cursos e treinamentos oferecidos gratuitamente.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico