Blitz orienta motociclistas na via Dutra durante o Maio Amarelo
Atualizado em 05/07/2018 - 11:34
Campanha de conscientização
Agentes de trânsito e Polícia Rodoviária Federal abordam motoristas na via Dutra - Foto: Divulgação

Giselle Marinho
Secretaria de Mobilidade Urbana

Os motociclistas que passaram pela Via Dutra na manhã desta sexta-feira (10) receberam orientações sobre direção segura e utilização adequada dos equipamentos de segurança. A ação foi realizada pela Prefeitura de São José dos Campos em parceria com a Polícia Rodoviária Federal. Cerca de 40 condutores foram abordados em 2 horas de operação.

Para a operadora de caixa, Rosemara Fonseca Ferreira, 38 anos, a blitz é importante por haver imprudência no trânsito e muitos acidentes serem evitáveis. “Falta educação às pessoas e a blitz faz com que todos tenham mais respeito no trânsito".

O padeiro Wagner Augusto de Carvalho Justino, 30 anos, não se preocupou em ser abordado já que estava com tudo em dia. “Ação serve pra conscientizar as pessoas a ter mais educação tanto de moto, quanto de carro, pois ambos agem de maneira errada".

A parceria entre a Prefeitura e a Polícia Rodoviária Federal foi elogiada pelo médico veterinário Márcio José Ribeiro Cunha, 35 anos. “Acho muito positiva a parceria entre agentes de trânsito e policiais. Esse trabalho é muito importante para conscientização dos motociclistas e redução de acidentes de trânsito”.

A blitz integra a programação do Maio Amarelo da Prefeitura de São José dos Campos prevista para todo o mês. Nesta semana também foram realizadas palestras na Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), Poupatempo, Casas do Idoso e escolas. Mais de 400 pessoas foram abordadas.

Para a terceira semana de evento, a agenda inclui palestras em escolas, universidades, Fundhas e blitz para motociclistas e Lei Seca, além da caminhada #NósSomosOTrânsito marcada para o domingo (20), com concentração no Parque Santos Dumont, a partir das 8h.

#NósSomosOTrânsito

Sob o tema “Nós somos o trânsito”, o Maio Amarelo de 2018 traz novamente uma reflexão sobre o papel de cada um na preservação da segurança de todos no trânsito.

Por meio da ação global, que atualmente conta com a participação de mais de 30 países, o movimento busca engajar órgãos públicos, privados e a sociedade civil em ações que chamem a atenção da população para os índice de mortalidade no trânsito e provoquem mudanças de atitudes em prol da segurança no trânsito.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Mobilidade Urbana