Escola do Galo Branco faz evento sobre a Copa do Mundo com alunos
Atualizado em 29/06/2018 - 19:14
Escola do Galo Branco realiza evento sobre a Copa do Mundo com alunos
Entre as atividades do evento, na Emef Possidônio José de Freitas, estava a estação com réplica criativa do ônibus da Seleção Brasileira - Foto: PMSJC

Paula Pessoa
Secretaria de Educação e Cidadania

Professores e alunos da Emef Possidônio José de Freitas, no Galo Branco, região leste de São José dos Campos, realizaram projetos de artes, brincadeiras e apresentações em comemoração à Copa do Mundo e em apoio à Seleção Brasileira. A escola abriu as portas à comunidade nesta sexta-feira (29) para que pais e moradores da região pudessem prestigiar as produções dos estudantes.

Os professores da unidade realizaram pesquisas e estudos e mesclaram disciplinas e atividades com a temática da Copa. Entre as atividades, a escola realizou brincadeiras relacionadas aos países que participam da competição, com curiosidades, maquetes, painéis interativos, esculturas e a exposição de réplicas de camisetas e bolas.

O professor de História, Evandro Dutra, contou como foi realizar o projeto na turma do 7º ano. "Trabalhamos com todos os países que estão participando da Copa, falamos sobre dados das nações como moeda, capital, extensão territorial, população, IDH, PIB e também curiosidades do futebol, sobre as participações e vitórias dos países na Copa. Os alunos receberam muito bem o conteúdo", afirmou.

"Até o momento eu assisti todos os jogos do Brasil, gosto muito de futebol. Achei muito legal poder participar desse projeto sobre a Copa, que é um torneio tão importante para os países. Foi uma forma interessante e divertida de aprender sobre lugares diferentes, cultura e história", disse a aluna do 7º ano, Isabelli Oreoli, que confeccionou mandalas nas aulas de Artes.

Os pais que visitaram a escola aproveitaram para interagir com os filhos e prestigiar os trabalhos expostos. "Essa parceria da escola com a família é muito importante, assim como a nossa participação na vida escolar dos nossos filhos. A atividade está muito bacana, os alunos se divertem e nós também", afirmou Adonis Cardoso, pai do aluno do 1º ano, Murilo Pinheiro.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Educação e Cidadania