Bolsistas do Pró-Trabalho começam a trabalhar nesta semana
Atualizado em 02/07/2018 - 16:01
Pró-Trabalho - Seleção. Foto: PMSJC
Até o dia 8 de agosto, serão convocados um total de 460 bolsistas - Foto: PMSJC

Juliana Costa
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão

Desde a última segunda-feira (25), já foram chamados 230 classificados no programa Pró-Trabalho. Até o próximo dia 16, serão mais 90. As primeiras inserções no mercado de trabalho começam nesta terça-feira (3). Os beneficiários serão direcionados para os serviços internos e administrativos de várias secretarias da Prefeitura, Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), Delegacia da Mulher, Procon e Fundação Cultural Cassiano Ricardo.

A Prefeitura de São José dos Campos promoveu, na última sexta-feira (29), uma integração com um grupo de 50 supervisores do Pró–Trabalho. O objetivo foi instruir os servidores sobre os direitos e obrigações dos beneficiários do programa, visando o bom atendimento aos bolsistas. Esse grupo será referência no desenvolvimento diário das atividades dos beneficiários do Pró-Trabalho.

Até o dia 8 de agosto, serão convocados um total de 460 bolsistas. Em até dois anos, o programa deverá beneficiar 2 mil pessoas.

Ansiosa para ter novamente o registro em carteira, Marta Serivânia Moreira do Nascimento, 29 anos, mãe de menino de 12 anos e desempregada há 2 anos, disse que não acreditou quando recebeu a ligação. “Quando eu recebi o e-mail da Prefeitura fiquei feliz, mas ainda sem acreditar. E, quando me ligaram, a emoção foi muito grande. Voltar a trabalhar parece um sonho. Não vejo a hora de começar a trabalhar”.

“A minha expectativa é a melhor possível, faz tempo que a gente não vê um programa desse porte na cidade. Me pegou de surpresa e estou bem animado, querendo começar o quanto antes. Fui selecionado para a área administrativa de uma unidade básica de saúde e estou bem motivado para esse novo momento”, afirmou Rômulo Anacleto de Lima, 29 anos e também desempregado há 2 anos.

O programa

O Pró-Trabalho é coordenado pelas secretarias de Apoio Social ao Cidadão e de Inovação e Desenvolvimento Econômico. Os participantes terão uma bolsa-auxílio qualificação no valor de R$ 1.000 por mês, por até um ano, renovável por igual período e vale alimentação de R$ 100.

Todos deverão realizar cursos de qualificação profissional nas áreas administrativa, serviços gerais internos e externos, de acordo com a área escolhida, com carga horária de até 8h semanais.

Incentivo às empresas

As empresas sediadas no município que desejarem participar do Programa, contratando os beneficiários como empregados, poderão fazer parceria com a Prefeitura. Conforme o programa, a empresa contratante terá reembolso de metade do valor do salário pago ao bolsista até o limite de R$ 500 mensais pelo período de três meses.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão