Mirante do Limoeiro define apartamentos das 588 famílias beneficiadas
Atualizado em 13/12/2018 - 13:58
Sorteio dos apartamentos do Limoeiro 1 e 2 - 25-06-2018
As 588 famílias beneficiadas já sabem onde irão morar e vão vistoriar os imóveis em julho - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Cláudio Ribeiro
Secretaria de Gestão Habitacional e Obras

Em clima de alegria e descontração, a Caixa Econômica Federal realizou nesta segunda-feira (25), no Cefe (Centro de Formação do Educador), o sorteio para definir a ocupação do Residencial Mirante do Limoeiro 1 e 2, na região oeste de São José dos Campos.

As 588 famílias habilitadas, que foram divididas em dois grupos (288 de manhã e 300 à tarde), ficaram sabendo qual apartamento em que vão residir e receberam orientações a respeito dos direitos e obrigações na aquisição do imóvel.

Jurandir Gonçalves de Vasconcelos, de 54 anos, ficou emocionado. As lágrimas não puderam ser contidas quando ele recebeu o papel com o número do bloco e apartamento destinado à filha Talita. “Foi uma luta e uma vitória de tanto que eu pedia para Deus”, declarou o porteiro aposentado, que não vai mais precisar pagar aluguel.

“Estou tremendo até agora”, disse Sheila de Fátima Martins, que é viúva e mãe de 6 filhos. A expectativa da família em relação ao novo bairro é bem otimista. Mariana, a filha que a acompanhou no sorteio, está feliz e pensando no futuro. “Queremos mudar logo e construir uma vida nova”, afirmou ela, que pretende voltar a estudar e entrar na faculdade.

Para a camareira Roseli Fátima Gomes, 53 anos, é a concretização do sonho de uma vida inteira de muito trabalho. "Nunca perdi a fé que minha hora estava para chegar, estou muito feliz emocionada."

Durante o evento, os técnicos da Caixa também informaram às famílias as datas das vistorias das unidades habitacionais, que começam na primeira quinzena de julho. A data de entrega das chaves também será definida pela financiadora do empreendimento.

A escolha dos beneficiários de baixa renda para o condomínio já havia sido feita anteriormente, conforme critérios da faixa 1 do programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal, cuja renda familiar máxima é de R$ 1.800. A lista de moradores habilitados pela Caixa está disponível no site da Prefeitura.

A Prefeitura vai garantir os serviços públicos aos novos moradores após a compra da casa própria. A região dispõe de escola municipal e unidade básica de saúde com o programa UBS Resolve.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Gestão Habitacional e Obras