Crianças da Fundhas - Alto da Ponte vão colher beterrabas que elas mesmas plantaram
Atualizado em 22/06/2018 - 17:30
Crianças colhem batata-doce
Crianças da Fundhas já colheram batatas - doce no Centro Ambiental - Foto: Divulgação

Quitéria Melo
Fundhas

Na próxima segunda um grupo de crianças da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza)  - unidade Karla Pryscila Nunes de Oliveira, no Alto da Ponte (região norte de São José dos Campos), vão colher beterrabas que elas mesmas plantaram em abril, durante visita técnica ao Centro de Educação Ambiental e de Empreendedorismo Ecológico.

Além de realizar o plantio da hortaliça, elas  aprenderam  sobre a decomposição do solo, conheceram uma composteira e descobriram como o lixo orgânico  se transforma em adubo natural. Além da beterraba, as crianças plantaram brócolis, escarola, rúcula, cenoura, chicória e espinafre.

Antes do  plantio  a professora Alzira Rios trabalhou com as crianças, durante a aula  de Promoção da Saúde e Cidadania, a importância de uma alimentação saudável.

As beterrabas colhidas serão entregues às famílias das crianças para que possam enriquecer a alimentação, em casa.

Juliano Souza explica que não são grandes quantidades, uma vez que o propósito do Centro não é a produção em grande escala, mas sim a educação das crianças com relação ao meio ambiente e ao empreendedorismo ecológico.  “Além de as crianças aprenderem na prática sobre o plantio de alimentos, sobretudo de forma saudável pode fazer com que eles cheguem em casa e motivem a família a ter pelo menos um canteiro com algumas opções de alimentação saudável”,diz.

Sobre o Centro

O Centro de Educação Ambiental e Empreendedorismo Ecológico foi inaugurado no dia 31 de outubro de 2017 e serve de plataforma para o desenvolvimento de ações empreendedoras, com base na sustentabilidade, oferecendo um aprendizado diferenciado a alunos e profissionais da Fundhas e Cephas (Centro de Educação Profissional Hélio Augusto de Souza). 

A Fundhas

A Fundhas é mantida pela Prefeitura de São José dos Campos e atende gratuitamente crianças e adolescentes, de 6 a 18 anos, que participam de atividades no contraturno escolar. Atividades educacionais como música, dança, teatro, artes e uma atenção especial ao reforço escolar. Esporte e cultura também fazem parte do dia a dia dos alunos, que ainda aprendem a cuidar do meio ambiente.


MAIS NOTÍCIAS
Fundhas