Projeto Ismart está com inscrições abertas para processo seletivo
Atualizado em 22/06/2018 - 15:43
parceria Ismart
A parceria entre a rede de ensino municipal e o Ismart é repleta de histórias de sucesso e bons exemplos, como a Larissa Fabião da Fonseca, de 16 anos, ex-aluna da Emef Profª Elza Regina Bevilacqua. - Foto: Divulgação

Paula Pessoa
Secretaria de Educação e Cidadania

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Ismart, que possui parceria com a Prefeitura de São José dos Campos, por meio da Secretaria de Educação e Cidadania. A proposta do Ismart é disponibilizar bolsas de estudos integrais em escolas particulares para alunos da rede pública. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até a próxima terça-feira (26) pela internet.

A parceria acontece há 10 anos e já beneficiou uma série de estudantes da rede municipal com reforço escolar e bolsas de estudo em colégios como o Poliedro e o Colégio Objetivo. Os professores da rede participam de encontros de formação e integração do Instituto. Em abril deste ano, cerca de 90 educadores participaram do 11º Encontro, que tratou do tema das Altas Habilidades/Superdotação.

Atualmente, o Ismart atende 399 alunos de São José por meio de projetos com universitários, no Ismart Online e nos projetos presenciais beneficiados com bolsas integrais. Além das bolsas, os estudantes recebem ajuda de custo para transporte, alimentação, material didático e uniforme. As escolas municipais incentivam e acompanham a inscrição dos alunos através da equipe do Setor de Orientação Educacional. 

Bons exemplos

A parceria entre a rede de ensino municipal e o Ismart é repleta de histórias de sucesso e bons exemplos de alunos e ex-alunos. Um destes exemplos é a Larissa Fabião da Fonseca, de 17 anos, ex-aluna da Emef Profª Elza Regina Bevilacqua, do Jardim Estoril, na região sul. Hoje, Larissa cursa o 3º ano do ensino médio no Poliedro e é um dos destaques do Ismart.

A estudante conheceu o Ismart em 2013 durante uma reunião da equipe da escola com alunos e pais para apresentar o projeto. Larissa se inscreveu e tentou o processo seletivo, mas, na penúltima etapa, foi desclassificada. Porém, na época, estavam iniciando a primeira turma do Ismart Online, que propõe a formação de alunos à distância, com carga horária para estudos e desafios que devem ser desenvolvidos ao longo do ano, e ela foi convidada a participar. A jovem considera como fundamental o apoio e confiança que recebeu dos professores e da equipe da escola municipal durante sua trajetória escolar. 

“Esta foi a melhor experiência que eu poderia ter tido, porque o Ismart Online trouxe muitas coisas boas para mim, em várias áreas. Eu ficava meio período na escola Elza Regina e meio período estudava em casa, pela plataforma online, e participei do projeto anual. Aprendi a ir atrás do que quero, ter iniciativa e tentar buscar novas oportunidades”, contou a aluna.

Larissa deseja trabalhar com Ciências da Computação, ramo que descobriu com orientação e ajuda dos especialistas do Instituto. “Trabalhando com Ciências da Computação vou estar feliz, fazendo algo que eu gosto, já tive experiências criando aplicativos e programas, e é algo muito gratificante para mim. O Ismart me mostrou algo que amo fazer, que é a Programação, é como uma família que acompanha, orienta e apoia os sonhos que a gente tem”, disse.

E a estudante dá uma dica para quem quer tentar o processo seletivo: “sonhar grande serve para tudo, desde o processo seletivo: se dedique, sonhe grande, vá lá e faça. Colocar metas e se dedicar ao máximo é o que nos ajuda a crescer e estar prontos para realizar nossos sonhos”, afirmou.

Outro exemplo inspirador vem da Emef Profª Silvana Maria, no Cerejeiras, região leste, com o ex-aluno da unidade, Marlon Silva Pereira, de 15 anos, que atualmente cursa o 1º ano do ensino médio no Poliedro. Medalhista da Obmep (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas) e de outras competições do tipo, Marlon sempre gostou de Exatas e sonha em seguir carreira na engenharia ou na física.

O aluno cursava o 8º ano na Emef Profª Silvana Maria quando começou a participar do Ismart, no contraturno das aulas. Com apoio e incentivo da equipe escolar, o aluno conseguiu bolsa de estudo para cursar o ensino médio. Atualmente, uma vez por semana, Marlon dá aulas de reforço e ajuda alunos do 7º ano da escola que, como ele, se destacam e se preparam para processos seletivos.

“Os professores e a equipe da Emef Profª Silvana Maria sempre me apoiaram e incentivaram a participar de olimpíadas e provas, isto foi muito importante para mim. E o Ismart abriu portas, antes minha visão era um pouco limitada, com apoio, orientação e ajuda deles fui ampliando meus interesses. É uma oportunidade única, aconselho os alunos a se inscreverem e tentarem, é um diferencial e tanto”, disse.

Inscrições e Seleção

Os interessados em realizar o processo seletivo para o programa, podem se inscrever no site www.ismart.org.br, o candidato deve estar matriculado no 7º ou no 9º ano do ensino fundamental e ser de família com renda per capita de até dois salários mínimos.

A seleção é feita em cinco etapas, com realização da prova online, prova presencial, entrevista individual, visita domiciliar e dinâmica em grupo. Os educadores da rede pública podem acompanhar seus alunos no processo seletivo, para isso, eles precisam entrar no sistema de inscrição e gerar um código de acesso.

Serão oferecidas cerca de 520 bolsas para todos os projetos, presentes nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São José dos Campos (SP), Cotia (SP) e Sorocaba (SP), para o ano letivo de 2019. Em São José, são oferecidas cerca de 120 vagas. 

Sobre o Ismart

O Ismart (Instituto Social para Motivar, Apoiar e Reconhecer Talentos) é um instituto privado, sem fins lucrativos, que além das bolsas de estudo, concede aos alunos o acesso a programas de desenvolvimento e orientação profissional, do ensino fundamental à universidade. Os estudantes também são acompanhados de perto por uma equipe de psicólogos e pedagogos, recebem material didático, uniforme para frequentar as escolas e ajuda de custo para transporte e alimentação.

Há quase 20 anos o Ismart busca alunos com alto rendimento escolar e que demonstrem autonomia e motivação para acompanhar os desafios do projeto. A missão do instituto é concretizar o potencial desses estudantes, para que, no futuro, eles possam ocupar posições de destaque no mercado de trabalho. Todos os projetos do Instituto podem ser conferidos aqui


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Educação e Cidadania