Pesquisa sobre o uso de drogas alcança cerca de 5 mil alunos
Atualizado em 20/06/2018 - 11:51
Escola Municipal Moabe Cury 19 06 2018
Alunos do curso de psicologia da Faculdade Anhanguera aplicam pesquisa entre alunos de 12 a 18 anos - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Juliana Costa
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão

A Prefeitura de São José dos Campos, por meio da Secretaria de Apoio Social ao Cidadão e em parceria com a Faculdade Anhanguera, realiza nesta semana uma pesquisa sobre o uso de álcool e outras drogas nas escolas públicas da região sul da cidade.

“É fundamental essa parceria visando a saúde e bem-estar da população. Faz parte da missão institucional da faculdade respeitar e trabalhar junto com alunos e comunidade, pensando em transformar o futuro da população”, afirmou a professora Daniela Baroni, diretora da Faculdade Anhanguera de São José dos Campos.

Cerca de 5 mil alunos serão envolvidos nesta ação, que tem como objetivo conhecer a realidade do uso de drogas na região, a forma de acesso e a idade de início do consumo. Com a coleta dessas informações, será possível implantar programas de prevenção baseados na realidade da comunidade.

A pesquisa preserva o anonimato do aluno. “Com essas pesquisas, as ações serão alicerçadas no que de verdade acontece. Tudo o que for feito para o enfrentamento ao álcool e às drogas na nossa região será mais congruente com a realidade da comunidade”, afirmou Suzana Aguera de Mello Santos, professora de Física da escola estadual Moabe Cury.

A pesquisa é uma ação do programa “Coalizão São José”, realizada em escolas municipais e estaduais do município, que atendem crianças e adolescentes entre 12 e 18 anos.

O projeto

"Coalizão São José" é um programa de prevenção ao uso de álcool e outras drogas, que acontece por meio da participação de instituições sociais, população e do poder público e tem como missão impactar a comunidade e promover vidas saudáveis. O Coalizão é feito para a comunidade e pela comunidade.

Ações antidrogas

O Programa sobre Drogas é articulado pela Assessoria de Políticas Especiais sobre Drogas da Prefeitura em parceria com os governos estadual e federal, poderes legislativo e judiciário, além da participação também das entidades da sociedade civil, e tem como principais eixos: tratamento, prevenção, reinserção e coerção.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão