Feira de Ciências e Matemática recebe mais de 3.700 pessoas
Atualizado em 18/06/2018 - 09:21
Feira de Ciências e Matemática  no CEFE  15 06 2018
Ao todo, 23 escolas municipais participaram expondo os trabalhos de pesquisa e experimentos práticos realizados em sala - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Paula Pessoa
Secretaria de Educação e Cidadania

Mais de 3.700 pessoas, entre estudantes e professores da rede de ensino municipal, participaram da Feira de Ciências e Matemática durante esta semana.

Entre as atividades programadas para o evento, o show de Ciências de alunos da Emef Professor Hélio Augusto de Souza, do Jardim Valparaíba, região leste da cidade, chamou a atenção do público.

O grupo une teatro e arte na abordagem de conceitos científicos, de forma divertida e interativa. Todos os participantes receberam certificados de participação.

Ao todo, 23 escolas municipais participaram expondo os trabalhos de pesquisa e experimentos práticos realizados em sala de aula. Segundo os participantes, o objetivo de fomentar a curiosidade e desenvolver o pensamento científico, crítico e criativo foi alcançado.

“Aprendi mais sobre lógica. Ela parece complexa, mas não é. E faz parte da nossa vida, do nosso dia a dia. Gostei de poder aprender e interagir com as pessoas. O evento foi amplo e vi as escolas dividindo seus interesses pelas matérias e interagindo. Sou muito curioso e as Ciências Exatas me ajudam a buscar mais conhecimento e a tirar dúvidas. Por isso, quero continuar estudando nesta área”, contou o aluno Guilherme Pereira, 12 anos, da Emef Professora Sonia Maria Pereira da Silva, no bairro Novo Horizonte, região leste de São José.

“Ver os olhos deles brilhando, e a animação, nos motiva. Senti, aqui na feira, a essência de ser professor. A experiência foi gratificante. É uma realização pessoal, pois a maior alegria para o professor é ver seu aluno aprendendo. Isto vai fazer a diferença na vida deles”, contou emocionado o professor de Matemática de Guilherme, Ramsés Melo.

A Feira também contribuiu na valorização e divulgação de experiências de ensino e a aprendizagem em Ciências e Matemática, realizando intercâmbio entre as escolas municipais, seus alunos e professores.

Novos talentos foram estimulados e inspirados, como o caso do aluno Leandro de Almeida Souza, de 13 anos, da Emef Professora Dosulina Chanque Chaves de Andrade, no Altos de Santana, região norte, que participou do evento vestido como o cientista Albert Einstein.

“Vim vestido como o Einstein para atrair a atenção do público para o nosso estande e para explicar a teoria das interações ópticas, que fala basicamente sobre os lasers. Assim, fica mais fácil das pessoas compreenderem”, contou Leandro.

“Gosto muito de Ciências e de Matemática. Acho que elas têm questões interessantes sobre a vida e nos tiram dúvidas. Por isso, penso em estudar Física. Com o nosso experimento, consegui aprofundar um pouco em algumas teorias e gostei muito, fiquei feliz em aprender mais”, destacou o jovem Einstein.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Educação e Cidadania