Premiação e show marcam abertura da Feira de Ciências e Matemática
Atualizado em 13/06/2018 - 07:49
Feira de Ciências e Matemática  no CEFE  12 06 2018
A Feira de Ciências e Matemática da rede municipal de ensino de São José começou nesta terça e vai até sexta com shows de ciências, palestras, exposições de trabalhos e diversas atividades - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Paula Pessoa
Secretaria de Educação e Cidadania

Alunos, professores, gestores das unidades escolares, familiares e convidados participaram da abertura da Feira de Ciências e Matemática da rede municipal de ensino de São José dos Campos nesta terça-feira (12), no Centro de Formação do Educador (Cefe), que fica em Santana, região norte.

O evento foi aberto com apresentação especial do Show de Ciências da Escola de Engenharia de Lorena (EEL), da USP (Universidade de São Paulo) para os alunos e professores expositores, além de técnicos da Secretaria de Educação e Cidadania.

A apresentação mostra como a Ciência faz parte do cotidiano, e que percebê-la e aprender mais sobre ela pode ser divertido. O público que lotou o teatro do pode assistir e interagir com os experimentos. O show faz parte do projeto de extensão que promove a integração, aproximação e parceria da universidade com a comunidade para estimular e desenvolver novas formas de aprendizagem e agradou os presentes.

Reconhecimento
Convidados especiais também participaram da cerimônia oficial de abertura da Feira. Entre os presentes, dois alunos da rede municipal se destacaram: Amanda Mendes Coutinho, de 12 anos, aluna do 8º ano da Emef Profª Elza Regina (Jardim Estoril) e Vinicius Braga e Silva, de 14 anos, aluno do 9º ano da Emef Profª Sebastiana Cobra (Jardim das Indústrias), foram medalhistas de ouro na 13ª Obmep (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas), realizada no ano passado e receberam uma homenagem no evento.

A Olimpíada acontece tradicionalmente todos os anos, desde 2005, com o intuito de estimular a Matemática e identificar talentos na área. O projeto nacional conta com escolas públicas e privadas e é realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

A Secretaria de Educação e Cidadania apoia, incentiva e participa ativamente das edições da Obmep. Este ano, a prova aconteceu no último dia 5 e contou com mais de 16 mil alunos, de 41 escolas de ensino fundamental.

Os pais e as duas irmãs de Amanda estavam emocionados e felizes com a conquista da jovem, que adora as disciplinas de Exatas e pensa em seguir carreira na área. Com sorriso no rosto, a aluna declarou que está feliz pela medalha de ouro e que “a Matemática é muito questão de lógica, não simplesmente decorar regras, pois podemos esquecer, mas entender e perceber a lógica para aplicá-la”.

“Sentimos muito orgulho, nem sabemos se ela tem noção de quanto isto é importante para nós, estamos muito felizes e queremos sempre incentivá-la a seguir o rumo que desejar, continuando com dedicação e vontade. Esta premiação é como um incentivo para ela e os demais alunos”, comentou o pai de Amanda, Leandro Coutinho.

“Esta premiação representa muito e mostra que isto é uma parte do caminho de hoje, ela deve se dedicar aos estudos sempre, é algo que falo para elas: tenham dedicação em tudo, foco nos estudos mirando lá na frente, no futuro”, compartilhou a mãe, Hérika Mendes, cercada por Amanda e pelas irmãs, Angélica, de 12 anos, que foi medalhista de bronze na Obmep 2017, e Gabrielle, de 8 anos.

A família de Vinícius também era só alegria e orgulho. Para o pai do garoto, Márcio da Silva, “esta conquista dele é gratificante demais, ele tem facilidade com a Matemática e é muito estudioso”. Já a avó, dona Zenite da Silva, completou: “estou feliz, ele é dedicado como o pai dele”.

“Gosto da Matemática, ela está presente em tudo e eu posso aprender mais sobre tudo através dela. Sempre tive mais facilidade na área de Exatas, então, espero seguir nesse caminho e fazer faculdade de engenharia. A medalha de ouro significa pra mim que se tivermos esforço e dedicação conseguimos alcançar muitas coisas”, declarou o estudante.

Além dos dois alunos, os professores de Matemática deles, Katia Maria Somaio Kato e Juscelino Toffolleto também receberam medalhas em reconhecimento pelo trabalho realizado e a dedicação ao ensino da disciplina.

Sobre a Feira de Ciências e Matemática

A Feira conta com exposição de projetos desenvolvidos por alunos e professores de Ciências e Matemática dos anos iniciais e finais da rede, além de palestras para professores, shows de ciências e salas com jogos interativos.

O evento tem entrada franca e vai até sexta-feita (15). Cerca de 23 escolas municipais participam com a exposição de trabalhos que têm por objetivo de fomentar a curiosidade e desenvolver o pensamento científico, crítico e criativo. Oficina de matemática e música e palestras sobre metodologias ativas também fazem parte da programação.

O evento tem ainda o propósito de divulgar e valorizar experiências de ensino e aprendizagem em Ciências e Matemática; proporcionar o intercâmbio entre as escolas, seus alunos e professores e estimular novos talentos. São esperados mais de 2.500 estudantes da rede durante os quatro dias de evento.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Educação e Cidadania