Prefeitura recebe propostas para Festa Julina da Bondade
Atualizado em 09/06/2018 - 11:35
outras imagens
outras imagens - Foto: PMSJC

Rosi Masiero
Secretaria de Governança

A Prefeitura de São José dos Campos receberá, até as 17h do dia 19 de junho, propostas de interessados em comercializar refeições típicas de regiões do Brasil e sucos na Festa Julina da Bondade que acontecerá nos dias 7, 8 e 9 de julho no Parque da Cidade (Pavilhão Gaivotas), região norte.

As propostas para permissionárias devem ser protocoladas no Departamento de Relações Comunitárias (Paço Municipal, 5º andar – sala 1), ou encaminhadas por via eletrônica, pelo e-mail: eventosoficiais@sjc.sp.gov.br. O boleto será enviado por e-mail ao permissionário.

Este ano serão disponibilizados 20 estandes, sendo 10 para permissionários para fim de refeições completas na festa e 10 para entidades filantrópicas ou organizações da sociedade civil de natureza assistencial, selecionadas pela Secretaria de Apoio Social ao Cidadão da Prefeitura, que também terão direito de comercializar. 

A avaliação das propostas será feita por uma comissão interna da Prefeitura que levará em conta itens como regularidade fiscal da empresa, identificação do alimento consistente a lista de refeição completa típicas e sucos, além da distribuição de estande, adequação do armazenamento dos alimentos e capacidade para atendimento ao público. 

A programação prevê apresentação de shows musicais regionais, durante os três dias do evento da Festa Julina da Bondade, além de feira de artesanato. No local será disponibilizado pontos de arrecadação de donativos destinados ao Fundo Social de Solidariedade à Campanha do Agasalho.

Os artesãos interessados em participar da Festa Julina da Bondade devem estar cadastrados na Sutaco (Superintendência do Trabalho Artesanal nas Comunidades). A expectativa de circulação de público nos três dias de festa é de aproximadamente 20 mil pessoas. 

Origem do evento

A Festa Julina da Bondade acontece há mais de 20 anos. O objetivo é valorizar o trabalho das entidades, permitindo o comércio de comidas típicas da época como bolinho caipira, cachorro quente, pão com linguiça, caldinhos, entre outros.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Governança