Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Águas e Saneamento Ambiental é inaugurado em São José
Atualizado em 09/06/2018 - 11:08
CDTASA - Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Águas e Saneamento Ambiental. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 08-06-2018
O Centro irá fomentar pesquisas e projetos de inovação que resultem em benefícios para a Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Priscila Veiga Vinhas
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade

Com a participação de representantes de diversos órgãos ligados à gestão dos recursos hídricos, especialistas da área ambiental, empresas de tecnologia e instituições de ensino e pesquisa foi inaugurado nesta sexta-feira (8) o Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Águas e Saneamento Ambiental, que será abrigado no Parque Tecnológico de São José dos Campos.

O Centro será coordenado pelo Parque Tecnológico e pela Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (Agevap), com participação do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (Ceivap), de instituições de ensino e pesquisa como Unesp, Fatec São José dos Campos e Escola Politécnica da USP e da Prefeitura de São José dos Campos. Na ocasião, os representantes destas instituições assinaram o termo de cooperação que formalizou a parceria.

A missão do Centro será fomentar pesquisas e realizar projetos de inovação que resultem em benefícios para a Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul. Além de desenvolver pesquisa e fornecer inovações para o setor, em parceria com instituições e municípios, o Centro também atuará com foco na Restauração Florestal, que está diretamente ligada à produção de água.

A Prefeitura ressaltou o momento histórico de ter um Centro de Desenvolvimento pensando em água, tecnologia e floresta, temas que hoje se mostram indissociáveis, sediado na região metropolitana do Vale do Paraíba, e em São José dos Campos, que é uma produtora de água estratégica para a Bacia do Paraíba do Sul e um polo de tecnologia e inovação.

A Agevap apontou três linhas de ação para o início dos trabalhos do Centro focadas no combate a perda de água na rede de abastecimento, no reuso da água e na criação de estações de tratamento voltadas para cidades de pequeno porte e pequenas comunidades que não têm acesso a saneamento.

O diretor da Agevap, André Marques, destacou a importância de fortalecer a presença da Agência de Bacia do Rio Paraíba do Sul no trecho paulista. “Esperamos criar aqui a sinergia necessária para fazer diferente e constituir um centro de referência nacional”.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade