Técnicos da Prefeitura participam de capacitação sobre o monitoramento por satélite
Atualizado em 24/07/2018 - 18:18
 monitoramento por Satélite
A plataforma disponibilizará um banco de dados de imagens de alta resolução espacial geradas pelo monitoramento por satélite - Foto: Divulgação

Priscila Veiga Vinhas
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade

O corpo técnico da Prefeitura de São José dos Campos participa, nesta quarta-feira (25), de capacitação para utilização da plataforma de dados do sistema de Monitoramento por Satélite contratado pela Administração Municipal. O treinamento acontece no Cefe (Centro de Formação do Educador), à av. Olivo Gomes, 250, Santana, das 8h às 15 horas.

Participam técnicos e gestores das áreas de geoprocessamento, fiscalização, obras particulares, da Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade; de regularização fundiária, da Secretaria de Gestão Habitacional e Obras; e Gard – Grupo de Avaliação de Riscos Difusos.

O treinamento será realizado pela empresa Visiona Tecnologia Espacial, que prestará o serviço de monitoramento por satélite de todo o território municipal, análise e detecção de mudanças pelo período de 12 meses. Os trabalhos tiveram início no último dia 20.

A plataforma disponibilizará um banco de dados de imagens de alta resolução espacial geradas pelo monitoramento por satélite que “escaneará” o território a cada 72 horas. Serão gerados relatórios sobre a detecção de mudanças a cada 10 dias.

O serviço representa uma inovação tecnológica para o poder público municipal agregando mais eficiência à fiscalização de parcelamentos clandestinos, áreas de risco, supressão de vegetação, desmatamento, terraplanagem em áreas ambientalmente protegidas, entre outras infrações ambientais.

O sistema de última geração com o código OGC - Open Geospatial Consortium, permite a integração com outras bases de dados e serviços SIG (Sistema de Informação Geográfica) utilizados pelos técnicos da Prefeitura, facilitando o compartilhamento e interoperabilidade de informações geoespaciais.

Os novos recursos tecnológicos vão auxiliar o trabalho de controle ambiental, nas áreas de fiscalização e perícia, coibindo a degradação ambiental. As imagens também darão suporte ao Grupo de Avaliação de Riscos Difusos (Gard), que atua na fiscalização de loteamentos clandestinos e áreas de risco.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade