Show ‘Preta da Quebrada’ destaca a presença da mulher no rap regional
Atualizado em 16/07/2018 - 17:01
Fundação Cultural Cassiano Ricardo
Ilustração do show da MC Beth Ribeiro, que acontece na próxima sexta (20) no Centro da Juventude - Ilustração/FCCR - Foto: PMSJC

Avelino Israel
Fundação Cultural Cassiano Ricardo

A MC, beatmaker e compositora Elizabeth Ribeiro, de 22 anos, comanda na próxima sexta-feira (20), às 19h, no Centro da Juventude, o show ‘Preta da Quebrada’. O evento é realizado pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo, por meio do Núcleo de Ação Cultural Descentralizada (NACD), como forma de apoiar expressões do rap regional. A entrada é gratuita e a classificação etária é a partir de 14 anos.

Elizabeth nasceu em Jacareí, mas mora em São José dos Campos, onde começou sua trajetória, há pouco mais de um ano com a gravação de sua primeira música independente: ‘A Resposta da Beth’. “É uma espécie de desabafo, pois nossa família tinha um relacionamento difícil com meu pai”, disse. 

História musical

A composição musical surgiu naturalmente e por influência de muitos livros que leu sobre filosofia (área que ela pretende cursar na faculdade). “Eu passei a compor músicas com temáticas filosóficas, sociais e até políticas, que também abordam a luta feminina contra o preconceito”, explicou Elizabeth.

A cantora disse gostar do rap desde criança e vê o movimento como um canal para que as mulheres, assim como ela, possam se sentir confiantes para alcançar o que desejam. “Poucas mulheres conseguem visibilidade no rap, mas é preciso sonhar e batalhar”, destacou Elizabeth, que além de cantora, também trabalha com design gráfico.

O show também servirá para que Elizabeth divulgue seu primeiro álbum, ‘1995’, composto por oito faixas autorais e que tem forte influência de grupos como Racionais e Sabotage, além de outros artistas regionais. A MC divulga seu trabalho pelas redes sociais, como Facebook, Instagram e SoundCloud.

NACD – Centro da Juventude

Rua Aurora Pinto da Cunha, 131 – Jd. América

(12) 3932-8709


MAIS NOTÍCIAS
Fundação Cultural Cassiano Ricardo