Atividade Delegada soma 3.502 fiscalizações em 286 operações no 1º semestre
Atualizado em 13/07/2018 - 19:01
Atividade Delegada na zona Sul. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 13-07-2018
A Prefeitura apoiou a Atividade Delegada com a ampliação, manutenção e abastecimento dos veículos da frota usados exclusivamente nessa operação - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Wagner Matheus
Secretaria de Proteção ao Cidadão

Nos seis primeiros meses deste ano a Atividade Delegada em São José dos Campos foi responsável por 3.502 fiscalizações em estabelecimentos e abordou 3.223 pessoas. Foram realizadas 286 operações de policiamento no centro da cidade e em 24 bairros, empregando em média 298 soldados da Polícia Militar por mês.

Nas operações realizadas diariamente, 89 pessoas foram presas, 185 automóveis e 126 motos vistoriados, 19 estabelecimentos comerciais notificados e 11 multados. A AD ainda foi responsável por prestar 6.167 orientações à população.

O investimento da Prefeitura nesse período atingiu R$ 1,076 milhão, representando a média de R$ 197.981 por mês. Além disso, o município apoiou a AD com a ampliação, manutenção e abastecimento dos veículos da frota usados exclusivamente nessa operação.

No primeiro semestre, além da região central, os bairros que mais contaram com a AD foram Jardim Satélite, Vista Verde, Santana, Alto da Ponte, Vila Industrial, Vila Tatetuba, Bosque dos Eucaliptos, Jardim Paulista, Monte Castelo, Vila Adyanna, Jardim São Dimas, Novo Horizonte, Jardim Aquarius e Bela Vista.

Patrulha do Sossego

A Patrulha da Perturbação do Sossego, força-tarefa que reúne a Guarda Civil Municipal, a Polícia Militar – via Atividade Delegada – e fiscais do trânsito e de posturas, atendeu 289 ocorrências no primeiro semestre.

A Patrulha realiza rondas em todas as regiões da cidade, entre 20h e 4h. O objetivo é coibir a realização dos chamados “fluxos”, além de fiscalizar ocorrências de Perturbação do Sossego Público, que envolvem som em alto volume em veículos e estabelecimentos comerciais, infrações de trânsito, entre outros delitos.

Aumento da frota

A frota utilizada para a Atividade Delegada também vem recebendo investimentos da Prefeitura. Atualmente o patrulhamento é feito com oito viaturas. Quatro delas pertenciam à Polícia Militar e outras quatro foram cedidas pela Prefeitura, que também responde pela manutenção e abastecimento dos veículos.

O aumento da frota não para por aí. A Prefeitura deverá abrir licitação de compra de 16 motocicletas para equipar a AD no município.

Investimento

Desde setembro de 2017, quando retornou a Atividade Delegada no município, a Prefeitura já investiu R$ 1,963 milhão. A volta da AD foi possível após a assinatura de convênio com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, que atribui aos policiais militares a competência delegada de fiscalizar o comércio irregular e agir contra a perturbação do sossego, entre outras ações.

Os policiais trabalham em horário de folga, fardados e equipados, em operações programadas para áreas previamente definidas em plano de trabalho elaborado pela Polícia Militar em conjunto com a Prefeitura.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Proteção ao Cidadão