Comitê Municipal realiza encontro sobre arbovirose na Câmara
Atualizado em 23/01/2018 - 11:41
Arrastão contra a dengue na zona norte
Mesmo com a baixa circulação do vírus, a Prefeitura mantém suas equipes em alerta, realizando diariamente ações de prevenção por meio do Centro de Controle de Zoonoses - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Nei José Sant' Anna
Secretaria de Saúde

A Prefeitura promove nesta quarta-feira (24), às 9h, na Câmara Municipal, o primeiro encontro do Comitê Municipal de Combate às Arboviroses, que reunirá representantes do poder público e da sociedade civil para debater assuntos relativos às ações de prevenção às doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, como dengue, chikungunya, zika e febre amarela.

O comitê tem como objetivo propor e executar ações de mobilização social pelas entidades civis, ampliando e integrando atividades de prevenção e controle da dengue e outras doenças no âmbito do município. Os encontros do comitê estão previstos para acontecer bimestralmente.

Foram convidados para o encontro representantes de secretarias municipais, fundações públicas e autarquias, empresas concessionárias, entidades empresariais e religiosas, instituições de ensino, forças armadas, associações de classe, Conselho Municipal de Saúde, entre outros.

As ações do comitê devem ocorrem em consonância com o Plano Municipal de Combate às Arboviroses, mediante orientação técnica da Secretaria de Saúde do município.

No final do ano passado, a Secretaria de Saúde apresentou ao Comus (Conselho Municipal de Saúde) o plano de enfrentamento das arboviroses para 2018 na esfera municipal.

Entre as estratégias previstas estão a realização de um programa educativo para o município, a realização do fórum permanente para os interessados em adquirir conhecimento sobre as doenças e distribuição de material educativo. O plano prevê também a capacitação dos profissionais que atuam nas unidades básicas, unidades de pronto atendimento e hospitais públicos e privados.

Também acontecerão ações de combate ao vetor, que visam o monitoramento dos níveis de infestação e eliminação dos criadouros. Entre essas ações estão visita casa a casa e a pontos estratégicos, bloqueio de controle de criadouros e nebulização.

Em 2017, São José dos Campos registrou 438 casos de dengue, número 74,6% menor que o registrado em 2016, que teve 1.731 casos. Chikungunya teve 18 casos e zika nenhum.

Mesmo com a baixa circulação do vírus, a Prefeitura mantém suas equipes em alerta, realizando diariamente ações de prevenção por meio do Centro de Controle de Zoonoses.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde