Mortes no trânsito têm queda de 40% em São José dos Campos
Atualizado em 22/01/2018 - 20:13
Travessia elevada Rua Felício Jabur  Galo Branco
Pedestres contam com 89 travessias elevadas, 17 implantadas em várias regiões de São José em 2017 - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Giselle Marinho
Secretaria de Mobilidade Urbana

São José dos Campos fechou o ano de 2017 com uma redução de 40% no número de óbitos causados por acidentes de trânsito nas vias municipais. No total, 37 pessoas morreram vítimas do trânsito, 24 a menos do que em 2016.

Os dados integram o relatório do Infosiga, banco de dados do Governo do Estado São Paulo, que também aponta a queda de 46% no número de mortes envolvendo motociclistas, reduzindo de 26 em 2016 para 14 no ano passado. 

Para a Prefeitura, o número positivo se deve às diversas ações de prevenção de acidentes no trânsito e investimento em melhorias viárias e estruturação do transporte individual.

Campanhas educativas

Para a prevenção de acidentes entre idosos, a campanha "Viver a Melhor Idade Sem Traumas", integra o trabalho das secretarias de Mobilidade Urbana, Apoio Social ao Cidadão, Saúde, Esportes e Qualidade de Vida, Proteção ao Cidadão e Educação e Cidadania, além da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), e trabalha na formação deste público para os cuidados com a própria segurança. A capacitação propõe um processo de orientação de idoso para idoso, contribuindo para a efetividade da abordagem.

Em 2017, o programa Lei Seca intensificou as blitze. Em 12 meses foram realizadas 21 ações nas ruas de São José. Cerca de 1.600 motoristas forram abordados, incluindo ações em bares e shows da cidade ressaltando sobre os riscos de beber e dirigir.

Junto aos motociclistas, as ações de prevenção a acidentes alertaram para o uso correto dos equipamentos de segurança, bem como atitudes responsáveis na condução da moto.

Para os estudantes, da pré-escola à universidade, os programas e campanhas orientaram sobre travessia segura, cinto de segurança, o risco do uso do celular no trânsito por condutores e pedestres, como também o consumo de bebidas alcoólicas associado à direção.

As ações de prevenção e conscientização realizadas pela Prefeitura por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana contam com a participação das Polícias Militar e Rodoviária Estadual e Federal, Corpo de Bombeiros, Samu (Serviço de Atendimento a Urgências), Grau (Grupo de Resgate e Atendimento a Urgências e Emergências).

Estrutura viária

No que se refere às estruturas que contribuem para a segurança, São José conta com 89 travessias elevadas, 17 implantadas em várias regiões da cidade no último ano. A faixa elevada obriga o motorista a reduzir a velocidade, oferecendo assim mais segurança aos pedestres.

Transporte individual

Quando o assunto é a mistura álcool e direção, a regulamentação do transporte individual de passageiros também ofereceu uma nova opção para quem pretende beber e não quer voltar para casa dirigindo. Com ônibus, táxis e os aplicativos, o joseense pode ir e voltar para qualquer programa em segurança. 


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Mobilidade Urbana