Fumacê é intensificado para combater o Aedes aegypti
Atualizado em 01/03/2018 - 12:45
Fumacê no Córrego Vidoca na região do Colinas
Nova modalidade do fumacê, durante o dia, às margens do Vidoca - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Cláudio Souza
Secretaria de Manutenção da Cidade

A Prefeitura de São José dos Campos vai intensificar, neste mês de março, as aplicações de fumacê. A prioridade será nos bairros onde a primeira Avaliação de Densidade Larvária (ADL) deste ano apresentou índice de alerta relação ao mosquito Aedes aegypti.

O trabalho preventivo, que será realizado pela Secretaria de Manutenção da Cidade, complementará as ações que já estão sendo adotadas pela Secretaria de Saúde para evitar a proliferação do mosquito e o aumento de casos de dengue no município. Entre essas medidas, estão arrastões nos bairros e eliminação de criadouros do Aedes.

A nebulização se concentrará nos bairros das regiões central, sul, leste, sudeste e norte com ADL mais alta. Alguns deles já foram contemplados com fumacês neste ano e terão novas visitas das equipes da Prefeitura a partir da próxima semana.

A ADL, divulgada em fevereiro, pesquisou 16 áreas. Dessas, 7 apresentaram nível superior a 1, que é o preconizado pelo Ministério da Saúde.

Febre amarela

Desde janeiro, o fumacê nas ruas foi ampliado pela Prefeitura, com nebulização também aos sábados. Os produtos utilizados combatem o pernilongo e também o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya, zika vírus e febre amarela.

Em fevereiro, foram priorizados os corredores de propagação do vírus da febre amarela, integrando a força-tarefa iniciada pela Prefeitura em janeiro com a vacinação em massa da população, inclusive de casa em casa.

Na ocasião, foram agendadas nebulizações em regiões próximas às matas, onde foram encontrados macacos mortos, também complementando as ações da Secretaria de Saúde.

Prevenção

Ainda em fevereiro, as equipes da Prefeitura começaram a realizar fumacê também durante o dia (normalmente é das 17h às 21h), utilizando nebulizadores instalados em carrinhos de mão.

O trabalho tem como objetivo alcançar áreas de difícil acesso, como as trilhas do Banhado e as margens de rios, córregos, matas e bosques, onde as caminhonetes do fumacê tradicional não conseguem chegar.

Paralelamente à nebulização, já é realizado um trabalho preventivo com a aplicação de larvicidas nos córregos, rios, charcos, pântanos e locais com água parada na região do centro e nos bairros para evitar a proliferação de pernilongos e Aedes aegypti. Existem atualmente 86 pontos de aplicação dos produtos.

Pedidos

Os pedidos de fumacê devem ser encaminhados por meio da Central 156. Em 2017, foram atendidas 1.186 solicitações dos munícipes. 

São priorizados os bairros e áreas com mais demandas.

Em caso de chuva, o serviço não é realizado e as visitas são reprogramadas. 

Programação 

*Em caso de chuva, o serviço é reprogramado

Quarta-feira (28 de fevereiro)

Leste – Parque Nova Esperança, Chácara Santa Helena, Jardim Boa Esperança, Dom Bosco, Paineiras 2, Mato Dentro, Bom Retiro, Chácara Primavera 1, 2 e 3, Portal do Céu, Santa Lúcia, Cambucá, Santa Rita e Ebenézer

Quinta-feira (1º de março)

Leste – Jardim Motorama, Jardim Nova Detroit, Jardim São Vicente, Bairrinho e Chácara Santa Hermínia 

 

Sexta-feira (2 de março)

Sul – Jardim República, Jardim Nova República, Cruzeiro do Sul, Vila das Flores, Santa Edwiges, Jardim dos Bandeirantes, Jardim América, Jardim Anhembi, Jardim Paraíso do Sol e Jardim San Marino

 

Sábado (3 de março)

Sul – Conjunto 31 de Março, Residencial Eucaliptos, Residencial Pinheiros, Jardim Veneza, Jardim Petrópolis, De Ville e Morada do Sol

Região central – Jardim Oswaldo Cruz, Jardim Augusta, Jardim Topázio, Vila Bandeirantes, Vila Piratininga e Jardim Vale Paraíso


GALERIA DE FOTOS

MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Manutenção da Cidade