Menina de 3 anos doa 106 livros infantis à escola de Santana
Atualizado em 07/02/2019 - 16:13
Doação de livros para a EMEI Idelena Menezes
Os alunos da rede municipal e amigos Valentina e Samuel, ambos de 3 anos, com os livros doados para a Sala de Leitura da escola. - Foto: PMSJC

Paula Pessoa
Secretaria de Educação e Cidadania

Alunos da Emei Profª Idelena Menezes Trefílio Carvalho, em Santana, região norte de São José dos Campos, receberam na manhã desta sexta-feira (23) uma doação de livros de uma munícipe de três anos. A família de Valentina Del Duca, aluna de outra escola da rede municipal, uniu amigos e familiares em um piquenique solidário que resultou na doação de 106 livros infantis para a escola municipal.

Após saber do incêndio que atingiu uma sala de aula na Emei Idelena Carvalho no início deste ano, a pequena Valentina se sensibilizou, pois sabia que o amigo Samuel Borges Prianti da Mota, também de três anos, iria estudar na escola atingida. Influenciada pela família desde o nascimento a conviver com livros, a menina sentiu vontade de doar seus próprios livros para a escola do amiguinho como forma de alegrar as outras crianças.

O desejo de Valentina foi atendido pela mãe, Francisca Del Duca, que aproveitou a proximidade do aniversário da filha para comemorar de um jeito ‘diferente’, propondo aos convidados que a presenteassem com livros para doação.

“Ela me disse: ‘Mamãe, eu quero levar meus livros para o Samuel e para as crianças, para eles não ficarem tristes’, e como estava chegando o aniversário dela, eu falei: ‘Vamos fazer uma coisa diferente? Ao invés de fazer uma festa em que você vai ganhar presentes, que tal se a gente trocar e cada um trouxer um livrinho para a gente doar para a escola? ‘e ela concordou na hora”, disse a mãe.

“O principal é a empatia, é a gente se colocar no lugar do próximo e entender que a gente pode fazer algo por ele, principalmente através dos livros, que são fundamentais na educação. A gente sabe que só vai conseguir transformar o país incentivando a leitura, pela Educação”, afirmou Francisca.

O gesto foi reconhecido pela família de Samuel como um exemplo positivo. “Eu sinto esperança e acredito que o mundo ainda tem muito jeito, porque como uma criança de três anos abre mão de ganhar presentes para ajudar um amiguinho e para outros que ela nem conhece? Vejo a doação como um grande incentivo, nada melhor do que incentivar as nossas crianças a terem amor pela leitura”, disse Tamires Borges Prianti da Mota, mãe do Samuel. 

Incentivo à leitura

Os livros ficarão disponíveis na Sala de Leitura da Emei Profª Idelena Menezes Trefílio Carvalho junto com o acervo da escola, que é acessível para as crianças durante as aulas e para empréstimo para levarem para a casa.

A Secretaria de Educação e Cidadania reitera que o incêndio citado, ocorrido na unidade escolar, não atingiu a sala de leitura e nenhum livro do local, mas reconhece a doação recebida como um estímulo à partilha de livros e incentivo à leitura.

“Essa é uma ação louvável e importante que amplia a prática da leitura entre as crianças. Nossa escola vê isso com muita gratidão”, disse Brígida Campbell, orientadora de escola. 


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Educação e Cidadania