Prefeitura realiza tapa-buraco em vias que possuem antipoeira
Atualizado em 20/02/2018 - 18:59
Tapa buraco no Bairro Capuava 19-02-2018
Equipes tapam buracos em via do Capuava onde há antipoeira - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Cláudio Souza
Secretaria de Manutenção da Cidade

Com o objetivo de garantir mais segurança para os motoristas e diminuir os transtornos para a população, a Prefeitura de São José dos Campos adotou um plano contingencial para a realização de reparos em ruas, avenidas e estradas municipais onde foi aplicado revestimento de antipoeira pela Administração anterior.

O trabalho para agilizar a correção das imperfeições e garantir mais fluidez ao tráfego envolve as secretarias de Mobilidade Urbana, Manutenção da Cidade e Gestão Habitacional e Obras.

Enquanto se resolve a questão judicial com a empresa Best Transportes e Construções Ltda, do Pará, as equipes de pavimentação da Secretaria de Manutenção da Cidade vão executar operações tapa-buraco nas vias mais comprometidas de bairros de várias regiões.

O serviço já teve início. Nesta segunda-feira (19), foram tapados buracos nas principais vias do Capuava, na zona sudeste, compreendendo um trecho de 5 quilômetros.

Foram contempladas a estrada municipal que dá acesso ao bairro e que é o principal corredor de ônibus, além da avenida Canadá e da rua Cidade do Vaticano.

Nos próximos dias, serão tapados buracos em outras ruas do Capuava.

O mesmo trabalho já foi realizado neste mês em um trecho de 6 quilômetros da Estrada Municipal Antônio Sá Flor, no bairro São João, na zona norte.

As operações tapa-buraco vão contemplar, prioritariamente, os corredores de ônibus e vias principais, que possuem o maior fluxo de veículos.

Processo

O revestimento foi executado pelo governo anterior no segundo semestre de 2016. Desde fevereiro de 2017, no início da atual Administração, a pavimentação tem apresentado falhas em pelo menos metade das vias onde foi aplicado este tipo de revestimento.

A empresa responsável foi notificada oito vezes pela Prefeitura para realizar os reparos no pavimento, já que ainda está no prazo da garantia da obra. Como não tomou providências, a Secretaria de Mobilidade Urbana instaurou um processo administrativo.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Manutenção da Cidade