Parceria com a Univap aumenta oferta de serviços de fisioterapia
Atualizado em 16/02/2018 - 18:00
Prefeitura faz parceria com a Univap
Parceria com a Univap vai proporcionar mais 600 sessões por mês de fisioterapia - Foto: Divulgação

Nei José Sant' Anna
Secretaria de Saúde

A Prefeitura de São José dos Campos fechou uma parceria com a Univap (Universidade do Vale do Paraíba) para ampliar a oferta de serviços de fisioterapia para pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) no município.

O credenciamento do centro de práticas supervisionadas da universidade, para prestação de serviços nesta área, foi assinado nesta semana e prevê, inicialmente, a realização de 600 sessões de fisioterapia por mês nas áreas de neurologia infantil e adulto, ortopedia, traumatologia, reumatologia, pneumofuncional, uroginecologia e obstetrícia.

O encaminhamento dos pacientes será realizado pela Secretaria de Saúde, a partir de março, mediante agendamento prévio. O atendimento será realizado dentro da própria universidade, por professores, fisioterapeutas e alunos, que atuarão sob supervisão destes profissionais.

O coordenador do curso de fisioterapia da Univap, professor Mario Oliveira Lima, ressaltou a importância da parceira com a Prefeitura, lembrando que a Univap possui laboratórios dotados de equipamentos de alta tecnologia destinados à avaliação e tratamento que permitem o desenvolvimento integrado do ensino à pesquisa em um ambiente de altíssimo nível.

“Estávamos buscando esse credenciamento há 9 anos. Temos uma excelente estrutura com espaço, equipamentos e profissionais para oferecer um atendimento de qualidade aos pacientes do SUS”, afirmou o professor, lembrando que o curso de fisioterapia da Univap funciona há 20 anos.

A parceria prevê inicialmente 50 sessões de fisioterapia para pacientes com câncer de mama, próstata e pulmão; 50 para pacientes com transtornos respiratórios; 50 para prevenção cinética-vascular em pacientes clínicos e pós-cirúrgicos; 200 para pacientes pós-operatório de médio e grande porte; 100 para pacientes pós-operatórios e clínicos com complicação sistêmica e distúrbios neuro-cinético-funcionais; 100 para pacientes com disfunções urogenitais e 50 para pacientes pós-operatório com disfunções urogenitais.

Reforço no atendimento

A parceria vai reforçar o atendimento que já é oferecido pela Prefeitura em suas três unidades de reabilitação que funcionam nas regiões Centro, Sul e Leste da cidade. As URs atendem pacientes do SUS nas áreas de fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional, além de oferecer apoio psicológico para pessoas com deficiência e casos agudos e pós-cirúrgicos em ortopedia, reumatologia, traumatologia e casos neurológicos.

As unidades atendem uma média de 360 pacientes e realizam aproximadamente 3.000 sessões.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde