Bairros de São José estão mais arborizados com o plantio de 13.500 mudas
Atualizado em 28/12/2018 - 17:38
Plantio de Pomares Nativos  Jd Diamante 13 12 2018
Crianças participam de plantio do Projeto Pomares Nativos no Jardim Diamante, região leste - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Priscila Veiga Vinhas
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade

Nos últimos 2 anos São José dos Campos recebeu o plantio de mais de 13.500 mudas de árvores na zona urbana, contribuindo com uma melhor qualidade ambiental na cidade.

Os plantios foram realizados por equipes das regionais da Secretaria de Manutenção da Cidade em vias públicas, praças e áreas verdes, beneficiando diversos bairros em todas as regiões do município.

Áreas de preservação permanente (APP) em torno de rios e córregos, localizadas na região urbana, também receberam plantios realizados pela Prefeitura e por empresas em cumprimento de termos de compensação ambiental. Só em nascentes foram mais de 2 mil árvores plantadas.

Foi priorizado o plantio de árvores nativas variadas, sempre observando o tipo de espécie indicado para cada localidade, conforme o tamanho de calçada, lote, fiação e equipamentos públicos presentes.

Em diversas áreas já pode ser observada a mudança de paisagem enriquecida com a presença das árvores, como por exemplo, na Praça Ulysses Guimarães, no Jardim Aquarius, onde durante a semana da árvore 2018 ocorreu o plantio de cerca de 200 mudas e no decorrer do ano mais 240 foram plantadas no bairro.

Outras regiões da cidade também receberam novas árvores, como a região central onde foi realizado o plantio de cerca de 50 mudas, plantadas em bairros como Jardim Jussara, Monte Castelo, Vila Betânia e Vila Adyana. Na região Sul, bairros como Bosque dos Eucaliptos, Campo dos Alemães, Jardim Satélite, Parque dos Ipês e outros somaram o plantio de 480 mudas de árvores nativas.

Na região Leste da cidade houve o plantio de mais de 400 árvores beneficiando bairros como Estrada do Cajuru, Campos de São José, Jardim Mariana 1, Jardim Mariana 2, Santa Cecília 1, Santa Cecília 2, Jardim Helena, Pousada do Vale, Serrote e Novo Horizonte. Já no distrito de Eugênio de Melo, foi registrada uma média de 210 mudas plantadas.

A última ação, realizada em 13 de dezembro, contou com plantio de 30 mudas frutíferas nativas da região no bairro do Jardim Diamante tais como Araçá, Cereja-do-Rio-Grande, Pitanga, Cambuci, Goiaba, Jabuticaba, entre outras.

A comunidade durante o ano esteve envolvida nesse e em outros plantios por meio da participação de moradores, escolas e entidades. Essa integração é fundamental para que exista o comprometimento dos cidadãos para a proteção das árvores.  

Patrimônio arbóreo

São José dos Campos possui um patrimônio arbóreo de mais de 170 mil árvores em vias públicas, parques e áreas verdes no perímetro urbano, só em calçadas são mais de 80 mil.

Compete à Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade coordenar as políticas públicas para a proteção e ampliação da vegetação de porte arbóreo no município, promovendo conjuntamente um trabalho de educação ambiental e sensibilização da comunidade. Diversos programas e projetos já convergem para este objetivo.

A arborização nos bairros é de extrema importância para o equilíbrio ambiental na cidade. Elas oferecem sombra, conforto térmico, melhoria na qualidade do ar, interceptação da água da chuva, conservação da umidade e redução da poluição sonora, além de embelezar e valorizar o espaço.

Plano de Arborização

O Plano Municipal de Arborização Urbana é o principal instrumento para o planejamento e gestão da arborização urbana do município. O documento que traz as diretrizes para implementar a arborização na cidade, indicando por exemplo, as espécies mais adequadas para plantio nas áreas públicas e metas para ampliar a arborização em vias públicas dos bairros. A meta principal é realizar o plantio de 50 mil árvores nos próximos 12 anos

O Plano foi elaborado no ano de 2016 e teve como base o diagnóstico do patrimônio arbóreo do sistema viário da cidade.

Estudos científicos recentes diagnosticaram que os efeitos positivos das árvores beneficiam a população de maneira mais abrangente quando está dispersa ao recobrir a maior proporção do asfalto urbano, por essa razão, o plano visou especialmente a necessidade do plantio em calçadas e canteiros centrais das vias públicas.

Programa Saúde das Árvores

O Programa Saúde das Árvores está integrado ao Plano Municipal de Arborização. O Programa consiste na avaliação sobre o estado fitossanitário das espécies arbóreas do município, visando a conservação e prevenção da queda de árvores. Com a utilização de equipamentos de diagnóstico por imagem e resistógrafo é possível complementar a avaliação técnica visual realizada pelos engenheiros agrônomos com maior precisão.

A análise teve início no final do mês de agosto em árvores protegidas por lei. O município tem em torno de 300 exemplares protegidas, entre palmeiras-imperiais, paineiras, figueiras, jacarandás, paus-brasil, jacarandás, entre outras espécies.

Projeto Pomares Nativos

O projeto “Pomares Nativos Educativos” visa constituir, em vários bairros, pomares com espécies dos biomas locais da Mata Atlântica e Cerrado, resgatando o contato das pessoas com as árvores que produzem frutos, educando as crianças sobre a importância dessas espécies para a dinâmica ambiental local e contribuindo assim para o equilíbrio ambiental na cidade.

Neste ano, a Prefeitura já realizou a implantação destes bosques no Jardim Satélite, Jardim Esplanada, Jardim Diamante e no Parque Municipal de São Francisco Xavier.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade