Emoção e festa marcam finais da Copa Joseense de futebol
Atualizado em 15/12/2018 - 18:11
Copa Joseense de Futebol  Martins Pereira 15 12 2018
O zagueiro Juan Teles Santana, da região norte de São José, recebeu carinho e apoio da família durante final da competição - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Paula Pessoa
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida

O estádio Martins Pereira, palco sagrado do futebol de São José, sediou neste sábado (15) as finais da Copa Joseense de Futebol de base. Os oito duelos decisivos -- válidos pelas séries Ouro e Prata das categorias sub-9, sub-11, sub-13 e sub-15 -- aconteceram debaixo de sol forte. O calor, porém, não impediu que os atletas brilhassem na luta pelos troféus do torneio organizado pela Prefeitura.

Com arquibancada repleta de amigos, convidados e familiares, os times receberam um incentivo extra durante os confrontos, que aconteceram das 8h às 17h.

Aprovação das famílias

Entre as torcidas animadas, destaque para uma família inteira com camiseta personalizada com o nome do pequeno Juan Teles Santana, de 9 anos.

Apaixonado por futebol, esporte que treina desde os três anos, o garoto comemorava a vitória de 5 a 1 do seu time, o R10, escolinha de Santana (região norte).

“Ser campeão é muito bom, mas brincar também. O futebol é importante na minha vida porque ajuda na forma física e é um sonho meu. Quero ser jogador de futebol quando crescer. É preciso me dedicar e acreditar nos sonhos. Estou muito feliz aqui”, declarou o zagueiro.

Para os pais de Juan, o incentivo ao esporte é necessário, assim como a dedicação aos estudos e a vivência de valores humanos, como respeito e disciplina.

“Além de acompanhar e incentivar o sonho dele de ser jogador de futebol, acompanhamos o crescimento e evolução como criança, com a responsabilidade e o espírito de grupo. O campeonato tem bastante estrutura física e apoio aos técnicos e às crianças. É muito bom”, comentou a mãe, Ariane Teles Santana.

“Digo a ele: se dedique na escola e no futebol. Se der certo ele ser jogador futuramente, ótimo. Mas, independentemente disso, tem a formação, a saúde, o físico dele e o relacionamento com respeito aos amigos. São valores importantes. O campeonato é muito bom, a Prefeitura está de parabéns pela organização, estrutura oferecida aos meninos. Tudo ótimo”, aprovou o pai, Gledson Santana.

A Copa

Encerrada neste sábado, a Copa Joseense teve quatro meses de duração e reuniu, ao todo, 128 equipes, distribuídas entre 20 escolinhas de futebol, públicas e particulares da cidade.

Neste ano, os 3.630 atletas inscritos marcaram um total de 2.193 gols, sendo 1.151 gols na Série Prata, 924 gols na Ouro e 118 tentos no sub-17. Outros 80 dirigentes foram responsáveis por representarem os times.

Nas cerimônias de premiação, os profissionais da Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida entregaram troféus e medalhas de ouro e prata para campeões e vices, técnicos campeões, artilheiros, goleiros menos vazados, fair play (disciplina) e melhores dirigentes.

Ferramenta social

A Copa Joseense de Futebol de base é promovida pela Administração e é aberta a qualquer escolinha de futebol de São José dos Campos. As inscrições são gratuitas e toda a estrutura do torneio, como arbitragem, parte burocrática e recursal é oferecida pela Prefeitura.

A competição tem como objetivo melhorar a qualidade de vida das crianças, promover o intercâmbio e a socialização esportiva por meio do futebol. A copa também busca novos talentos para as categorias de base do programa Atleta Cidadão e divulga o potencial do esporte na cidade.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida