Atletas da Fundhas são destaques nas competições de 2018
Atualizado em 11/12/2018 - 15:43
Centro - Arthur Judô
Assim como o Arthur Silva, as crianças e adolescentes da Fundhas se destacam em atividades esportivas - Foto: Divulgação

Luiz Fischer
Fundhas

Mais de 1.000 alunos da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza) participaram de vários torneios organizados pela equipe de esporte da instituição neste ano. A realização dessas atividades esportivas e recreativas internas, disputadas entre as unidades, contribui no desenvolvimento da capacidade e habilidades físicas, motoras e cognitivas das crianças e adolescentes.

Entre os torneios realizados estão o Torneio de Voleibol e o 9º Torneio de Tênis de Mesa. E ainda o desafio de futebol society masculino na categoria 12 anos e categoria até 14 anos e também no feminino. Todas as unidades participaram das atividades esportivas, com participação ativa dos estudantes aprendendo técnicas esportivas e treinos de habilidades.

Determinação nos esportes e estudos

Determinação, disciplina, foco, inspiração e lágrimas é o que podemos traduzir desses adolescentes – atletas que, com suas vitórias, fazem a Fundhas ser reconhecida pelo Brasil afora na conquista de títulos.

Um dos exemplos é Arthur Silva, de 13 anos, da Unidade Jorge Alegre (Centro), que ficou em 3º lugar no "Meeting Interestadual de Judô 2018", que aconteceu em novembro, em Santa Catarina.

O garoto, que começou no judô há três anos por influência da mãe, disputou na categoria super ligeiro sub-15. A rotina de Arthur é dividida entre a escola, a Fundhas, os treinos de judô e as aulas de natação. Toda paixão pelo esporte o inspira a ser um futuro judoca profissional, mas também divide espaço com a vontade de ser médico.

“O esporte traz muitas coisas boas, como poder viajar para competir e conhecer outros lugares, cuidar da saúde, convivência, respeito. Aprendi que a gente só pode usar o judô dentro do tatame e para se defender”, disse Arthur. Ele destaca ainda a atenção e carinho que recebe dos professores na Fundhas, além das gincanas de recreação.

Gabriel Pereira Leal, 11 anos, é outro exemplo de rotina dividida entre estudos e esportes. O aluno da Unidade Dom Bosco Criança, no Campo dos Alemães, pratica ginástica artística e judô três vezes por semana. Entre as duas modalidades, a ginástica é a favorita dele, que também faz parte do Atleta Cidadão da Prefeitura e sonha em disputar as próximas olimpíadas.

“Gosto das brincadeiras na Fundhas, dos professores e das atividades no geral. Com a ginástica aprendo mais, ajuda a ter um bom comportamento também”, disse.

Para Maria Conceição Pereira Leal, 57 anos, avó do Gabriel, as atividades contribuem para o bom desenvolvimento do menino. “Ele treinava assistindo vídeos pelo celular em casa, por isso quando entrou na aula já sabia um pouco. Prefiro que ele esteja na ginástica e fazendo esporte do que na rua, pois assim ele fica longe de coisas ruins, aprende sobre disciplina e respeito aos outros. Ele vai para a escola, para a Fundhas, ginástica e judô, tem o tempo ocupado com boas coisas, este aprendizado vai ficar para a vida toda dele”, afirmou.

Segundo o professor de Educação Física da instituição, Rodrigo Santiago, a atividade atingiu o seu objetivo. “Além da parte técnica dos jogos, a disciplina e comportamento exemplar dos adolescentes durante o torneio deve ser registrado". 

Destaques da Fundhas

. Neste ano, os times de futsal masculino sub-14 e sub-16 conquistaram o campeonato Pé de Moleque na Copa Sesc.

. O aluno Gabriel Joás Sanches, 18 anos, do curso de Mecânica Industrial do Cephas (Centro de Educação Profissional Hélio Augusto de Souza) foi campeão paulista de boxe na categoria Peso Pena até 56 kg, em 2018, e bicampeão 2017 e 2018. 

. A jovem Thaina Suellen Braga Xavier, de 14 anos, aluna da Unidade Petrobras na Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), venceu uma seletiva de Jiu-Jitsu, em Campinas (SP), na categoria 57 kg.

 

*Colaborou: jornalista Paula Pessoa


MAIS NOTÍCIAS
Fundhas