Museu do Folclore abre presépio, neste domingo, com presença de 4 Folias de Reis
Atualizado em 02/12/2018 - 10:19
Fundação Cultural Cassiano Ricardo
Maria Aparecida Ferreira ao lado do presépio que montou no Museu do Folclore, com ajuda da sua filha Simone - Foto: Divulgação/MFSJC - Foto: PMSJC

Avelino Israel
Fundação Cultural Cassiano Ricardo

Quando o presépio do Museu do Folclore de São José dos Campos for aberto neste domingo (2), marcando o início do Ciclo de Natal, uma pessoa, em especial, se sentirá orgulhosa por ter vencido o desafio a que se propôs. Maria Aparecida Ferreira, de 67 anos, nascida em São Bento do Sapucaí (SP) e moradora em São José dos Campos, foi a responsável pela montagem do presépio deste ano.

Ela sempre gostou de montar presépio, pois quando era pequena ajudava sua mãe com os preparativos. “Minha mãe sempre montou presépio na nossa casa e foi com ela que eu e meus irmãos aprendemos. Por isso eu não deixo faltar o presépio na minha casa. Este ano resolvi aceitar o convite para montar o presépio do Museu do Folclore”, disse Maria. O presépio montado por ela tem peças do acervo do próprio Museu do Folclore e muitas flores naturais. 

O presépio será aberto às 14h, no lado externo do Museu do Folclore, com a presença de Maria Aparecida e de quatro grupos de Folias de Reis: Cia Esplendor do Oriente (Jardim Satélite), Cia. de Reis Estrela de Belém (Jardim Telespark), Folia de Reis São Vicente de Paula (Vila São Geraldo) e Folia de Reis de Santana.

Toda a manifestação é aberta ao público, que também poderá visitar o presépio durante a semana, de terça a sexta, das 9h às 17h, e aos finais de semana, das 14h às 17h, mesmo horário de funcionamento do Museu do Folclore. O presépio permanecerá aberto para visitação até o dia 27 de janeiro de 2019, quando o Ciclo de Natal será finalizado e mais Folias de Reis marcarão presença. 

Aniversário do museu 

Neste domingo o Museu do Folclore também estará comemorando 31 anos de criação, com direito a show do mestre Zé da Viola e convidados, além de bolo com guaraná para o público presente. O museu foi criado pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo em 1987 e em 1992 foi instalado provisoriamente na Igreja São Benedito. Dez anos depois, passou a funcionar no Parque da Cidade, onde está até hoje.

Sua gestão é feita pelo Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP), organização da sociedade civil sem fins lucrativos, com quem a Fundação Cultural firmou um termo de colaboração em setembro deste ano.

 

Museu do Folclore de SJC

Av. Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana

(12) 3924-7318 / www.museudofolclore.org


MAIS NOTÍCIAS
Fundação Cultural Cassiano Ricardo