Dança e música fazem sucesso, mas Papai Noel continua imbatível
Atualizado em 01/12/2018 - 18:14
Natal Iluminado Praça Afonso Pena  01 12 2018
O espetáculo de dança "Sonho de Clara" reuniu 40 bailarinos e despertou emoção no público que foi à praça Afonso Pena - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Wagner Matheus
Secretaria de Governança

As atrações da campanha Natal Iluminado estão levando o clima de festa à população. Neste sábado, na praça Afonso Pena (região central), muita gente foi ver a Casa do Papai Noel e também curtiu duas atrações culturais.

Às 10h, o Instituto Marco de Dança apresentou o espetáculo “Sonho de Clara”, que reuniu 40 bailarinos entre 6 e 22 anos de idade. Foi uma bela apresentação, com figurino caprichado, adereços chamativos e coreografia perfeita.

Crianças e adultos ocuparam todo o espaço em frente ao palco para não perder uma cena sequer da atração. Foi o caso de três gerações, representadas pela avó Silvia, moradora de Paraibuna, sua filha Gabriela e a neta Alice, de três anos, ambas moradoras no bairro São Judas Tadeu, na região sudeste.

“Nós viemos por causa da casinha do Papai Noel, mas ficamos encantadas com o espetáculo de dança e resolvemos assistir”, disse Gabriela, segurando a pequena Alice acima de sua cabeça para que ela não perdesse nada da apresentação.

Outra criança também não escondia sua alegria após o término do evento, mas por um outro motivo. Era a pequena Maria Luiza, de 9 anos, que foi a protagonista da apresentação, ou seja, a Clara.

Com dois anos de aprendizado de dança, ela contou que foram necessários 15 dias de ensaios para que tudo saísse com perfeição. “Foi muito emocionante porque foi a primeira vez que dancei para um público ao ar livre, eles ficaram bem perto de nós e dava para sentir que estavam gostando”, disse.

Música

Às 13h, já com tempo firme e calor, foi a vez do Cia do Farol apresentar o show de música “Canto de Coruja”, Com cinco integrantes, o grupo agradou o público durante cerca de 45 minutos com um repertório que mesclou música infantil e temas regionais.

Um dos mais animados era Dimas Lopes, 60 anos, morador do Jardim Maringá, na região central. Ele dançava ao som das músicas com bastante desenvoltura, com passos que lembraram o rock.

“Morei muito tempo em Manchester, na Inglaterra, e não perdia os shows de rock de lá”, contou Lopes, com um sotaque inglês bastante forte. “Como entendo de música, estou curtindo o show aqui”, completou.

Papai Noel

Enquanto os espetáculos eram apresentados no palco ao lado, a maior atração montada na praça Afonso Pena prosseguia imbatível. A Casa do Papai Noel atraiu muitas crianças, que formaram filas junto com os pais para entrar no ambiente bem decorado, tirar uma foto junto com o “bom velhinho” e fazer um pedido de presente para o Natal.

Leila, da Vila Tesouro, na região leste, levou a filha Maria Clara, de 4 anos. Ela elogiou a programação do Natal Iluminado. “É importante porque incentiva as crianças a não perderem a magia do Natal”, opinou.

Um dos primeiros da fila durante a manhã foi o menino Wictor Hugo, de 3 anos, que estava no colo da irmã Bianca. Ao lado, a mamãe Raira, moradora do Portal do Céu, na região leste, dizia que estava fazendo compras no centro da cidade e ficou sabendo da atração. “Viemos direto para a fila porque Papai Noel é sempre uma alegria na vida das crianças”, disse.

João, da Bela Vista, na região central, pai de Larissa, 8 anos, e Heitor, 6, tentava conter o entusiasmo das crianças, que não viam a hora de “tirar foto, abraçar e pedir o que quer ganhar” do Papai Noel. “A estrutura da Casa do Papai Noel está muito bem feita”, elogiou João. “Tem até neve!”.

No período da tarde, a partir das 14h, as mesmas filas se repetiram, mostrando que o Papai Noel vai dar milhares de abraços e ouvir outros milhares de pedidos até a chegada do Natal.

A campanha Natal Iluminado é uma realização da Associação Comercial e Industrial de São José, com apoio da Prefeitura e da Fundação Cultural Cassiano Ricardo.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Governança