Concurso para médico da atenção básica tem 364 candidatos
Atualizado em 09/04/2018 - 17:15
Ubs Resolve Campos de São José. 28-03-2018
Médicos que serão contratados no concurso público vão trabalhar nas unidades básicas - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Nei José Sant' Anna
Secretaria de Saúde

O concurso para médicos da Prefeitura de São José dos Campos encerrou a inscrição no último domingo (8), com um total de 364 candidatos inscritos, sendo 263 para a especialidade de clínica geral, 34 para ginecologia/obstetrícia e 67 para pediatria. O processo seletivo oferecerá 30 vagas para cargos efetivos – 10 de cada especialidade – para contratação imediata.

As provas objetivas serão realizadas em São José dos Campos no dia 6 de maio de 2018. As informações sobre o local e horário das provas deverão ser consultadas, posteriormente, através do edital de convocação disponibilizado no site da Prefeitura. O resultado do concurso público também será divulgado no site.

O concurso constará de provas objetivas de caráter eliminatório e classificatório. As provas constarão de questões de múltipla escolha e versarão sobre os programas de políticas de saúde (10 questões), clínica médica (20 questões) e conhecimentos específicos (20 questões).

Esses profissionais aprovados no concurso serão designados para trabalhar na atenção básica e virão para recomposição do quadro de servidores, conforme necessidade da Secretaria de Saúde. O concurso terá validade de 1 ano, podendo ser prorrogado por igual período.

O salário oferecido é de R$ 3.401,26 para 20 horas semanais de trabalho. No entanto, ao vencimento inicial, de acordo com a legislação vigente, poderão ser acrescidas as verbas de adicional de desempenho, adicional de condições especiais de trabalho e adicional de insalubridade, atingindo uma remuneração de até R$ 7.333,45.

Credenciamento

A realização de concurso público para contratação de médicos é mais um esforço da Prefeitura para melhorar o atendimento aos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde). Desde o ano passado, a Prefeitura, em uma iniciativa inédita, mantém aberto credenciamento para contratação de consultas para a rede básica por meio de empresas ou profissionais com registro de pessoa jurídica.

A iniciativa já trouxe um impacto significativo na redução do tempo de espera no atendimento. Hoje, a espera pela consulta com clínico geral nas unidades básicas não passa de 45 dias. Houve um aumento de 22% na oferta de consultas na rede básica. O sucesso da iniciativa motivou a Prefeitura a estender o modelo para a rede de especialidades.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde