Famílias aprovam instalações da Fundhas na região sul
Atualizado em 06/04/2018 - 12:00
Dom Bosco Criança
Mães e alunos da Fundhas usufruem de espaço destinado às aulas ao ar livre, na Unidade Dom Bosco Criança - Foto: Divulgação

Quitéria Melo
Fundhas

Uma parceria com a Cruzada Paroquial de Assistência possibilitou a ampliação do número de crianças e adolescentes atendidos pela Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), em agosto do ano passado, e possibilitou atendimento com melhor qualidade, reconhecido por mães e alunos que demonstram satisfação ao poder realizar as atividades em um espaço planejado para eles.

Após nove meses da entrega do prédio da Unidade D. Bosco Criança - na av. João de Oliveira e Silva, 757, no Campo dos Alemães, região sul - mães e alunos demonstram alegria e satisfação ao poder realizar as atividades em um espaço totalmente planejado para eles.

A alteração de endereço aconteceu em agosto do ano passado, em parceria com a Cruzada Paroquial de Assistência, e se fez necessária por dois motivos básicos: as instalações anteriores (no Caic Campo dos Alemães) não apresentavam condições adequadas de atendimento e não comportavam a demanda local.  

Com a mudança, foi possível ampliar o número de atendidos que passou de 144 para 277 crianças e adolescentes de 6 a 14 anos.

Dar mais espaço para outras pessoas que também precisam. Esse é o pensamento de Elaine Gonçalves de Oliveira, 40 anos, mãe de Victor Gabriel Gonçalves, 14 anos. “Esse espaço é ótimo e eu fico feliz de ver que mais mães conseguiram colocar seus filhos na Fundhas. Quando o meu filho está aqui eu fico tranquila porque sei que está aprendendo coisas boas”.

Maria das Virgens Silva, 43 anos, disse que a Fundhas representa muito na vida das famílias e que conseguir uma vaga é a realização de um sonho. “Há um tempo atrás, eu não consegui vagas para dois de meus filhos, mas o Gabriel está aqui agora e foi a melhor coisa porque eu vejo a mudança na vida dele", afirmou.

Em relação às novas instalações, a mãe afirmou que nem tem como comparar. “As salas lá eram apertadas, corredores estreitos, não tinha espaço pra brincar livremente e já aqui tudo é arejado, as salas são maiores e tem até sala de dança, toda equipada”, disse.

Mas não foram só as mães que aprovaram a mudança. Os alunos ressaltaram a acústica dos ambientes e os espaços para aulas ao ar livre como a maior conquista nesta nova etapa do aprendizado.

Gabriel Assunção dos Santos, 14 anos, disse que mudou inclusive a forma de se relacionar com os professores. “Aqui todas as atividades são interessantes, o barulho de uma atividade não atrapalha a outra e o que é melhor, temos uma quadra só nossa”.

Para Luiz Gustavo Wenceslau Conceição, 14 anos, os ambientes bem divididos, a sala de dança e de informática e muita área para atividades externas são os diferenciais da unidade. “Aqui tudo é ótimo. Eu adoro mexer com horta e aqui o que não falta é espaço”, revela.

Para a mãe de Luiz Gustavo, Rute Wenceslau Fernandes, 35 anos, o local apropriado ajuda no aprendizado. “Eu posso dizer isso porque o Luiz mudou demais o comportamento dele na Fundhas e em casa”.

A Instituição

A Fundhas é uma Instituição socioeducativa, mantida pela Prefeitura de São José dos Campos, que atende mais de 4.000 crianças e adolescentes da cidade com atividades diferenciadas (música, teatro, artes, atividades esportivas, fanfarra, dança, reforço escolar e cursos de iniciação profissional), no contraturno escolar.


MAIS NOTÍCIAS
Fundhas