Clínicas Sul tem transição em clima de tranquilidade
Atualizado em 21/12/2017 - 09:14
Profissionais de medicna e enfermagem
Profissionais de medicina e enfermagem garantiram o atendimento da população durante o processo - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Nei José Sant' Anna
Secretaria de Saúde

A transição da gestão do Hospital de Clínicas Sul, no Parque Industrial, transcorreu em clima de tranquilidade na manhã deste sábado (16). A segunda maior unidade de saúde pública de São José dos Campos agora tem a gestão da organização social Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus.

Uma equipe da Prefeitura, formada por médicos e profissionais da área de enfermagem, acompanhou a transição desde as primeiras horas da manhã para que não houvesse nenhuma interrupção no atendimento da população. Das 7h às 12h, o hospital já havia atendido 35 crianças e 138 adultos.

A dona de casa Luciana Querino, 40 anos, moradora do Parque Industrial, foi uma delas. Com queixa de dor de cabeça, ela passou pelo acolhimento, classificação de risco e foi atendida pelo médico em menos de 15 minutos.

“Estive aqui há cerca de um mês e, desta vez, fui surpreendida por um atendimento mais rápido”, relatou Luciana. “Fui bem assistida pelo médico e por toda a equipe.”

No edital de terceirização da unidade, a Prefeitura estabeleceu algumas exigências, como a manutenção e ampliação dos serviços existentes, a implantação de leitos psiquiátricos, melhorias e ampliação da estrutura física do hospital.

A entidade contratou cerca de 300 profissionais de diversas áreas, entre médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e pessoal administrativo. Conforme compromisso assumido com a Prefeitura, 90% dos funcionários contratados são de São José dos Campos, dando oportunidade de emprego e renda para munícipes joseenses.

O contrato com o Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus prevê repasse mensal de R$ 2.515.303,80. A entidade, com sede em Juiz de Fora (MG), atualmente administra 10 unidades de saúde no país, é acreditada e certificada por diversas instituições de qualidade, como a Organização Nacional de Acreditação e o Sistema de Gestão da Qualidade.

Reforço na rede

Com a terceirização do hospital, os 320 servidores públicos concursados que lá trabalhavam, sendo 70 médicos, foram remanejados para outras unidades de saúde do município, sobretudo UBSs e UPAs. Eles já assumiram os novos postos de trabalho a partir deste fim de semana.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde