Programa de prevenção ao trauma atinge 350 jovens em 8 reuniões
12/12/2017 - 10:12
Projeto Party no Hospital Municipal
O objetivo é prevenir traumas no trânsito relacionados principalmente à mistura de álcool e direção entre os jovens - Foto: Beto Faria/PMSJC

Giselle Marinho
Secretaria de Mobilidade Urbana

Lançado em junho deste ano com o objetivo de prevenir traumas no trânsito relacionados, principalmente, à mistura de álcool e direção entre os jovens, o projeto Party encerra o ano com a conscientização de mais de 350 estudantes, entre 16 e 18 anos, em 8 encontros. Escolas públicas e particulares de São José dos Campos foram contempladas pelas ações coordenadas pela Prefeitura.

O projeto promove um bate-papo com profissionais de Saúde e Mobilidade Urbana da Prefeitura, Polícia Militar, por meio do programa Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e do Grau (Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências), Bombeiros, polícias rodoviárias Federal e Estadual.

Os jovens também participam de visitas à área de atendimento do Hospital Municipal e o Centro de Reabilitação Lucy Montoro, onde podem vivenciar as consequências de um acidente de trânsito com vítimas em tratamento.

No último encontro do ano, alunos do segundo ano do ensino médio da escola estadual Zilah Ferreira Viagi Passarelli De Campos, localizada no Bosque dos Eucaliptos, região sul da cidade, estiveram no HM e puderam sentir na pele como uma atitude irresponsável no trânsito pode mudar uma história de vida.

No final da atividade, os alunos ouviram o depoimento de um jovem, vítima de acidente de trânsito, que hoje vive em uma cadeira de rodas em função das lesões. 

Para a coordenadora Alaide de Fátima Nascimento, 55 anos, o projeto fez toda a diferença na vida dos alunos. “Gostamos muito do projeto. Os alunos sentiram o impacto de se tratar sobre acidentes de trânsito envolvendo bebidas. Nós aqui vivemos a realizada diariamente, temos casos de aluno que morreu em acidente de trânsito. A abordagem fez toda a diferença. E estamos abertos a novas ações de conscientização.”

Para 2018, a meta é atender mais de 600 estudantes.

O programa

O programa Party surgiu no Canadá e está no Brasil desde 2008, quando foi implantado em Ribeirão Preto (SP). A partir daí, se expandiu para outras duas cidades paulistas, Sorocaba e Campinas, e Vitória (ES). Em 2013, tornou-se Party Brasil, vinculado à Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (Sbait).

São José é a primeira cidade do Vale do Paraíba a integrar o Party Brasil. No ano de 2016, quase 50% das vítimas graves com traumas de trânsito, encaminhadas ao Hospital Municipal tinham entre 14 e 29 anos.

MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Mobilidade Urbana