Tabela de Temporalidade

Gestão Sistêmica de Documentos e Informações Municipais

Gestão Sistêmica de Documentos e Informações Municipais

O objetivo deste trabalho é organizar de forma sistemática os Arquivos do Município, definindo o tempo de guarda, de eliminação, de microfilmagem e de transferência para a Arquivo Público do Município.

Para a implantação da gestão de documentos, foram necessários vários anos de trabalho.

Com a modernização da gestão pública municipal associada à valorização do Arquivo Municipal, passando ele a ser um centro de informação e de pesquisa, objetivou-se o aumento da eficácia da gestão administrativa para alcançar maior publicidade dos atos governamentais e qualidade dos serviços públicos.

História do Projeto

O projeto teve início com a elaboração da Lei 4.438/93 que dispõe sobre a Política Municipal de Gestão de Arquivos e criou então o Arquivo Público da Cidade.

Criou também o Conselho Gestor, que nomeou as equipes técnicas e grupos de trabalho em cada área, envolvendo todas as Secretarias e Autarquias desta Prefeitura, para prestar suporte para o Conselho gestor.

Os trabalhos de avaliações de documentos geraram o levantamento minucioso de todas as séries documentais e os tempos definidos para cada etapa da vida daquela série documental.

Com o levantamento das séries documentais e seus tempos previstos, passou-se a agrupá-las de acordo com suas funções dentro da Prefeitura (não por secretaria), chegando-se a cinco grandes grupos funcionais, concluindo-se então as Tabelas de Temporalidades e o quadro de Classificação de fundos.

Espera-se que com a implantação da Gestão Sistêmica de Documentos e Informações Municipais, associada à implementação de tecnologia de ponta, alcancemos a superação de dificuldades nos municípios e também aperfeiçoamento e valorização dos Arquivos e dos serviços Públicos Municipais, em benefício dos cidadãos, da pesquisa, e do conhecimento.