Proteja-se do coronavírus e do mosquito da dengue também
Atualizado em 26/03/2020 - 14:34
Agentes de controle de endemias
Os estoques de álcool gel foram reforçados para uso dos agentes de controle de endemias - Foto: PMSJC

Cláudio Ribeiro
Secretaria de Saúde

Enquanto vigoram as medidas determinadas para evitar o contágio, a população precisa ficar com um olho no corona e outro no vírus da dengue, transmitida pelo Aedes aegypti. Nesse momento é muito importante redobrar os cuidados para conter também a proliferação do mosquito transmissor das arboviroses.

Por causa da incidência do novo coronavírus, a Prefeitura de São José dos Campos suspendeu a operação Casa Limpa, mas as atividades dos agentes de combate às endemias (ACE) estão mantidas e ocorrem diariamente.

Eles continuam a visitar os imóveis para controlar os criadouros do mosquito, fazer bloqueio e nebulizar os lugares onde tiveram casos confirmados de dengue.

Para segurança de todos, os profissionais adotam as medidas preventivas contra a transmissão do coronavírus. Nas ações, é respeitado o distanciamento de 2 metros em relação aos munícipes. A vistoria, que antes era feita dentro e fora dos imóveis, passou a ser realizada somente na área externa, chamada peridomiciliar, sem acesso ao interior da residência.

Se houver recusa do munícipe em receber a equipe durante a pandemia, as orientações são passadas do lado de fora do portão, não havendo, neste momento, nenhuma autuação, porém dando ciência de que esta atitude pode gerar agravos.

Todas as equipes de combate à dengue e às demais arboviroses tiveram reforço no suprimento de álcool gel. Assim eles utilizam o produto com frequência no decorrer das vistorias.

Ao contrário do que certas pessoas têm questionado, não há necessidade de uso de máscaras pelos agentes. Elas são recomendadas apenas aos pacientes com síndrome gripal, que pode ser sugestiva de coronavírus, e profissionais de saúde encarregados do tratamento ou às pessoas que cuidam dos doentes.

É importante não se descuidar. A dengue pode matar. Neste ano, a cidade registrou 157 casos até o momento. São 63 contraídos no município, 32 em outros locais e 62 aguardam a definição de onde ocorreu a infecção.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde