Tutores realçam importância das castrações do Meu Pet Feliz
Atualizado em 13/02/2020 - 16:39
Programa Meu Pet Feliz - Castrações no centro cirúrgico do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses). Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 13-02-2020
O CCZ esteve movimentado nesta quinta-feira para as castrações do programa Meu Pet Feliz - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Nei José Sant'Anna
Secretaria de Saúde

O Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de São José dos Campos realizou nesta quinta-feira (13) mais uma rodada de castrações do programa Meu Pet Feliz. A ação teve inicio às 8h e os primeiros atendidos foram os felinos.

Durante todo o dia, foram realizadas 142 cirurgias em 106 cães (65 fêmeas e 41 machos) e 36 gatos (27 fêmeas e 9 machos) inscritos na 5ª fase do programa e remanescentes das fases anteriores.

Patrícia Neto Guedes Ferreira, 36 anos, moradora do bairro Jardim São José 2, levou a fêmea Estopia para castrar. “Trouxe para que ela não procrie, pois não tenho um ambiente grande o suficiente para mais cachorros.”

Érica Renó Maceno de Siqueira, 48 anos, moradora do Residencial Cambuí, também compareceu para as cirurgias com suas duas cachorras, Lili e Nina. “Esperei o site abrir vagas para castração, foi rápido e prático. Pensei no bem estar delas, a saúde sempre em primeiro lugar”, afirmou.

Tutora da cachorra Jady, Tamara Clélia de Oliveira, 23 anos, moradora do bairro Jardim Imperial, destacou a importância do programa.  “Às vezes, a gente doa e a pessoa não tem condições de cuidar e acaba colocando o animal na rua. A castração impede a procriação e o aumento de animais abandonados.”

As castrações continuam nesta sexta-feira (14) no centro cirúrgico do CCZ. Estão programadas mais 166 cirurgias, em 121 cães (76 fêmeas e 45 machos) e 45 gatos (fêmeas e 8 machos).

 


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde