Alunos da USP São Carlos visitam obra da ponte estaiada
Atualizado em 20/09/2019 - 18:04
Visita de estudantes da USP São Carlos às obras da ponte estaiada Arco da Inovação. Foto: Claudio Vieira/ PMSJC. 20-09-2019
O grupo conheceu o canteiro de obras e ficou impressionado com a grandiosidade da construção - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Cláudio Ribeiro
Secretaria de Gestão Habitacional e Obras

Da teoria em sala de aula para a atividade prática in loco, 16 estudantes da faculdade de engenharia civil da USP São Carlos visitaram nesta sexta-feira (20) o canteiro de obras do Arco da Inovação, que está sendo construído pela Prefeitura de São José dos Campos. Durante aproximadamente 2 horas, eles fizeram um tour pelo interior da construção, com acompanhamento de engenheiro, mestre de obras e técnico de segurança do trabalho.

Predominantemente feminino, o grupo tinha 9 mulheres, sendo uma delas mestranda. Os demais acadêmicos são alunos do 1º ao 3º ano da graduação.

Formada pela universidade e com mestrado em andamento na própria instituição, Camila Barella destacou a importância da visita técnica para a carreira dos futuros engenheiros. “Foi muito bom conhecer uma obra grande como essa da ponte estaiada. Eles fizeram perguntas e puderam se inteirar dos desafios encontrados e solucionados.”

Ana Carolina de Souza, que está no 3º ano da faculdade, ficou impressionada com os cuidados relativos à segurança na obra. “O uso dos equipamentos de proteção pelos trabalhadores é seguido à risca, e isso é muito importante para o baixo índice de acidentes.”

Já passando dos 50% do cronograma físico executado, os trabalhos na ponte estaiada seguem em ritmo veloz. Além da elevação do arco, que chegará a 100 metros de altura, os serviços ocorrem em vários pontos, com fabricação de peças pré-moldadas no canteiro, lançamento de vigas entre os pilares, concretagem da laje e alargamento de via.

Todas as frentes de trabalho no entorno da rotatória do Colinas interferem nas condições de trânsito da região, especialmente nos horários de pico. Por isso, é recomendável a utilização das rotas alternativas, principalmente para quem utiliza o local como passagem.

Travessia entre as avenidas Jorge Zarur, São João e Cassiano Ricardo, o Arco da Inovação vai ligar as regiões centro e oeste e desafogar o trânsito no principal ponto de congestionamento da cidade. Motoristas e passageiros do transporte coletivo serão beneficiados. Mais de 60 mil trabalhadores passam pelo trecho em 1.246 viagens de ônibus todos os dias.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Gestão Habitacional e Obras