Fundhas estreita relacionamento com as famílias dos 3.500 alunos
Atualizado em 14/03/2019 - 15:26
Norte (DE) - Reunião pais
A fundação realiza reuniões de pais junto com equipes da direção para reforçar a parceria com as famílias em prol do desenvolvimento dos alunos - Foto: Divulgação

Paula Pessoa
Fundhas

"Fazer a diferença" é o lema da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), que atende mais de 3.500 alunos em 14 unidades de São José dos Campos. Para manter a qualidade dos trabalhos prestados, a Fundação tem realizado reuniões com os pais para reforçar a parceria com as famílias dos alunos atendidos. A programação segue até o final de março.

Nos encontros, é reforçada a necessidade da participação da família como corresponsável na educação de seus filhos e apresentada a nova coordenadoria da instituição, voltada aos atendidos e seus familiares e funcionará semelhante a uma central de relacionamento com o cliente.

Crianças, adolescentes e familiares terão um canal de comunicação direto com a Fundhas para registrar queixas, críticas e elogios, além de projetos voltados especialmente aos alunos, ex-alunos e à comunidade, que é beneficiada pela fundação, presente no município há 31 anos.

A responsabilidade e participação ativa dos pais na rotina diária de seus filhos tem tido destaque nos encontros. Segundo a direção, as famílias parceiras devem contribuir e entender a importância de o filho não faltar na Fundhas e nem na escola, de atenderem os chamados e encaminhamentos feitos pela instituição e de valorizar as oportunidades oferecidas. 

A programação é semanal e segue conforme o calendário das unidades da Deca (Diretoria Especializada em Criança e Adolescente) e da Divisão de Empregabilidade (DE) até o final deste mês.

Pais participativos

Para Jocelenin Veloso de Aguiar, agente social e mãe do Igor Aguiar, 17 anos, da Unidade Profissionalizante Bernardo Alberto Rohde, na Vila Cristina, a mensagem do encontro foi clara e é necessária. “Achei a reunião espetacular, esse formato é bacana, ficou claro para entendermos e refletirmos sobre tudo o que apresentado e nos chamou para a responsabilidade. A família e a Fundhas formam uma parceria importante. A Fundhas contribui muito para a melhora da autoestima do meu filho, ele gosta de vir para cá, se sente único por ser conhecido pelo nome e acolhido, só tenho a agradecer”, afirmou.

Dos quatro filhos da dona de casa Juliana Aparecida Pilar, três têm histórico na Fundhas. Atualmente, dois deles, a Cíntia Maiara, 16 anos, e o Carlos Eduardo, 12 anos, frequentam as unidades Norte e Karla Pryscila, no Alto da Ponte, diariamente.

“Desde que meus filhos entraram na Fundhas não faltei em nenhuma reunião de pais, elas são importantes para conhecermos melhor os projetos e como tudo funciona. A Fundhas é uma opção saudável e segura, onde sei que eles podem estudar e se preparar para o futuro. A prioridade deles é o estudo, para poderem mudar de vida e se desenvolver mais”, disse Juliana.

A Fundhas

Atualmente, a instituição mantida pela Prefeitura de São José dos Campos, atende mais de 3 mil crianças e adolescentes, de 6 a 18 anos, que participam de atividades gratuitas em 14 unidades. A Deca é responsável por 10 unidades, atendendo entre 6 e 14 anos. Enquanto a  DE, com quatro unidades, é administrada pelo Cephas (Centro de Educação Profissional Hélio Augusto de Souza). 

Com atuação no contraturno escolar, a Fundhas oferece atividades diferenciadas para crianças e adolescentes há 31 anos. Entre as ações estão música, dança, teatro, artes e um cuidado especial no reforço escolar. Todos os atendidos recebem de forma gratuita, alimentação, uniforme e transporte.

O Cephas é um Centro Educacional da Fundhas que tem como finalidade oferecer educação profissional através de cursos de formação inicial e continuada, programa de aprendizagem profissional e de cursos técnicos de nível médio.


MAIS NOTÍCIAS
Fundhas