Usuários de Academias ao Ar Livre participam do Maio Amarelo
Atualizado em 15/05/2019 - 16:05
Operação Maio Amarelo nas vias próximas Parque Vicentina Aranha. Público-alvo são pedestres e condutores. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 15-05-2019
A atividade integra o programa Sinal de Gentileza, lançado em março deste ano - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Rodrigo Luiz Ribeiro
Secretaria de Mobilidade Urbana

Os usuários das Academias ao Ar Livre das regiões oeste e central participaram, na manhã desta quarta-feira (15), de uma atividade física em conjunto com uma ação do Maio Amarelo, por meio do Programa Sinal de Gentileza, no Parque Vicentina Aranha, no centro.

O encontro começou na Academia Ao Ar Livre do parque, onde os professores de educação física da Prefeitura realizaram atividades como dança e alongamento. Na sequência, o grupo seguiu para a faixa de pedestre que fica na entrada principal do Vicentina Aranha, para uma ação de travessia segura, feita por um agente de mobilidade urbana, que também orientava os motoristas.

A atividade integra o programa Sinal de Gentileza, lançado em março deste ano, com o objetivo de incentivar o respeito às regras de trânsito e a convivência harmônica entre os usuários das vias públicas.

Ivone de Aquino, de 81 anos, moradora da Vila Adyanna, na região central, frequenta a Academia ao Ar Livre do parque há cerca de quatro anos. “Olha que maravilha: envelhecer fazendo ginástica. Gosto muito dos professores. Agradeço à Prefeitura por manter isso”, disse Ivone, que também aprovou a ação do Maio Amarelo.

“Tem gente que já é desligado, mas os idosos parecem que se desligam mais. É preciso mais atenção e um acordo entre quem dirige e o pedestre”, concluiu.

Rute de Melo Andrade, de 66 anos, moradora do Jardim Topázio, no centro, destacou a questão cultural que envolve o respeito no trânsito.

“Vamos para Caraguatatuba e lá paramos para o pedestre. Essa campanha (Sinal de Gentileza) é maravilhosa e precisa ser mantida e feita em toda a cidade de São José. Infelizmente, alguns motoristas não respeitam e só sentem quando “mexe no bolso” deles. Tem que ter essa educação no trânsito. Eu, quando estou dirigindo e percebo um pedestre querendo atravessar, já ligo o pisca alerta e reduzo a velocidade para alertar o motorista de trás”, contou Rute.

Maio Amarelo em São José

Maio é o mês mais importante para a mobilidade urbana no mundo. O objetivo é chamar a atenção pelas vidas no trânsito. Em São José, a Prefeitura está realizando uma programação com ações diárias para todos os públicos, crianças, jovens, adultos e idosos.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Mobilidade Urbana