Patrulha Maria da Penha faz 1º atendimento de socorro
Atualizado em 29/06/2019 - 17:02
Entrega carros elétricos à Sepac. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 26-07-2018
Patrulha Maria da Penha atende chamados pelo 153 - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Regina Roda
Secretaria de Proteção ao Cidadão

A Patrulha da Lei Maria da Penha fez o primeiro atendimento na cidade a uma mulher em situação de violência doméstica e familiar. O caso ocorreu no bairro do Monte Castelo, na sexta-feira (28), quando o comando da Guarda Municipal foi acionado via 153, número de telefone específico que funciona 24 horas para atender chamados de ameaça contra a mulher.

A Guarda Municipal foi acionada pela filha da vítima, depois que o pai, o agressor, saiu da cadeia e desrespeitou a medida protetiva de não aproximação determinada pela Justiça. O agressor foi encaminhado para a prisão pela Delegacia de Defesa da Mulher. A vítima tem as duas pernas amputadas por problemas de saúde.

Programa

A Patrulha da Lei Maria da Penha foi instituída na terça-feira (25), pela Prefeitura. São feitas visitas periódicas às residências de mulheres em situação de violência doméstica e familiar para verificar o cumprimento das medidas protetivas de urgência e reprimir eventuais atos de violência. 

As rondas preventivas são comandadas pela Secretaria de Proteção ao Cidadão, em parceria com o Judiciário, com a Delegacia da Mulher e com o Ministério Público.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Proteção ao Cidadão