Brasil perde do Uruguai no rugby e vai disputar 7º lugar
Atualizado em 18/07/2019 - 18:04
MUNDIAL DE RUGBY U-20 BRASIL X URUGUAI - 18-07-2019 -  LUCAS CABRAL
Brasil e Uruguai disputaram um jogo vibrante, mas os uruguaios venceram com facilidade - Foto: Lucas Cabral/PMSJC

Wagner Matheus
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida

Brasil e Uruguai fizeram um jogo desigual na noite dessa quarta-feira (17) pelo Campeonato Mundial Juvenil de Rugby que está sendo realizado em São José dos Campos. O resultado, 52 a 10 para os uruguaios, retratou essa desigualdade.

O primeiro tempo foi praticamente todo do Uruguai, que disparou no placar com muita organização e jogadas bem construídas. A Seleção Brasileira ficou sufocada diante da superioridade do adversário.

No segundo tempo, o time brasileiro iniciou uma forte reação, mas não teve continuidade e os uruguaios voltaram a ampliar o marcador. No final, para a alegria da vibrante torcida adversária, o resultado de 52 a 10 para o Uruguai acabou sendo justo.

Rodada final

Os demais jogos da terceira rodada tiveram os seguintes resultados: Japão 48 x 34 Quênia, Portugal 40 x 3 Tonga e Canadá 78 x 26 Hong Kong. Esses jogos definiram a classificação nos dois grupos da competição, com Japão e Portugal na liderança.

No próximo domingo será realizada a última rodada da competição para a definição da classificação final. O Brasil vai enfrentar Hong Kong na disputa pelo sétimo lugar. No jogo principal, Japão e Portugal disputam o título.

Torcida

As arquibancadas do Estádio Martins Pereira, na região central da cidade, ficaram divididas entre as torcidas do Brasil e do Uruguai. Apesar da noite fria, a animação era grande. Do lado do Brasil, a equipe de wrestling da cidade resolveu comparecer em massa para levar o seu apoio à seleção.

O lutador Gabriel Macedo, 15 anos, da categoria cadete, até levou uma bandeira do Brasil para agitar. “Achei o rugby um esporte interessante, apesar do excesso de choques entre os jogadores”, disse Gabriel. Mesmo com a derrota do Brasil, ele se disse animado para acompanhar a rodada decisiva no domingo.

Ao lado do pessoal do wrestling, outro pequeno grupo não tirava os olhos do jogo, principalmente de Fillippo Bugno, titular da seleção brasileira. Ali estavam o pai, a mãe, irmãs e uma amiga do atleta. “Moramos em São Paulo e temos vindo em todos os jogos para apoiar o Fillippo e o Brasil”, disse a mãe do jogador.

Ela fez questão de elogiar o estádio. “Está tudo muito organizado, inclusive o estacionamento, seguro e amplo”, afirmou. Sobre o filho, ela desfez a ideia de que jogador de rugby é “brigão” também fora de campo. “O Fillippo é muito tranquilo e educado com todos”, explicou, garantindo que o rugby não deve ser associado a violência.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida