Patrulha do Sossego intensifica operações e reduz fluxos de funk
10/02/2019 - 15:26
Operação da Patrulha do Sossego Público, realizada na noite de sábado (9), em locais com indicação de fluxo de funk. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 09-02-2019
Viaturas da GCM durante operação da Patrulha do Sossego Público, no Jardim Aquarius, neste final de semana - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Wagner Matheus
Secretaria de Proteção ao Cidadão

A intensificação das operações da Patrulha do Sossego Público, em São José dos Campos, nos últimos finais de semana, já está apresentando resultados positivos. Os locais com fluxos de funk estão diminuindo sensivelmente.

Neste final de semana, as equipes formadas pela GCM (Guarda Civil Municipal), Polícia Militar, fiscais do DFPM (Departamento de Fiscalização e Posturas Municipais) e agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana estiveram em sete locais: Santana e São Francisco Xavier (região norte), Interlagos (sul), Galo Branco (leste), Aquarius e Urbanova (oeste) e avenida Anchieta (região central).

Foram feitas 53 autuações por som alto em veículo e estacionamento irregular, sendo 30 na avenida Anchieta, 11 em Santana, 8 no distrito de São Francisco Xavier, 2 no Jardim Aquarius e 1 no Urbanova e 1 no Galo Branco.

Nos últimos três finais de semana a Patrulha do Sossego aplicou um total de 112 multas, todas por essas duas infrações de trânsito. Esse tipo de fiscalização é eficaz para inibir a formação dos chamados fluxos de funk.

Redução dos fluxos

A boa noticia é que os fluxos estão sendo controlados. Na sexta-feira (8) foi constatado apenas um início de perturbação do sossego em Santana, logo desfeito. Na rua Pássaro Preto (Urbanova) e no Galo Branco foram necessárias apenas orientações paras os frequentadores. Na avenida Anchieta, Parque Interlagos e Jardim Aquarius também não foram constatadas tentativas de formação de fluxos.

No sábado, no final da noite, cerca de 400 pessoas se concentraram ao longo da avenida Anchieta, mas não foi caracterizada perturbação do sossego. Houve autuações por som alto na Anchieta, Aquarius, Galo Branco e Urbanova, na rua da Ladeira. Porém, em todos esses locais, e mais em Santana e Interlagos, não houve tentativa de formação de fluxo.

No sábado, durante o dia, a Patrulha do Sossego atuou no distrito de São Francisco Xavier. Sete multas foram aplicadas por estacionamento irregular e uma por som alto, todas na praça central.

Apesar do sucesso da operação neste final de semana, foi constatada perturbação do sossego nos bairros Jardim São José 1 e Paraíso do Sol, na região leste. Porém, houve dificuldade no atendimento devido a outros locais sendo fiscalizados. Os dois bairros serão incluídos nas próximas operações.

O esforço da Patrulha do Sossego Público é reconhecido pela população. Na avenida Anchieta, por exemplo, por volta de 22h, Aline Blankenburg, moradora na Vila Industrial, chegava com familiares para desfrutar das opções noturnas no local.

“Acho muito boa a fiscalização da Prefeitura por aqui, venho quase toda semana e não tenho tido problema”, afirmou Aline. “Que bom se puder ser feito o mesmo em toda a cidade”.

Como reclamar

A Patrulha do Sossego Público foi criada para formar uma força-tarefa que une fiscalização e policiamento ostensivo no combate a fluxos de funk, infrações à Perturbação do Sossego Público, à lei das calçadas e outras violações.

Semanalmente, a Patrulha obedece a um planejamento de ações com base no levantamento de informações sobre fluxos programados e anunciados nas redes sociais, assim como em função das reclamações de moradores.

A GCM orienta a população a entrar em contato com a Central 190 nos primeiros indícios da instalação de um fluxo, pois a partir de sua formação o trabalho de dispersão torna-se mais difícil. Pelo mapeamento das reclamações, a Patrulha do Sossego Público faz o planejamento de suas ações.

MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Proteção ao Cidadão